Show simple item record

dc.contributor.advisorFrega, José Roberto, 1959-
dc.contributor.authorRosa, Rodrigo Assunção
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Administração
dc.date.accessioned2016-02-29T21:17:09Z
dc.date.available2016-02-29T21:17:09Z
dc.date.issued2015
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/41449
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. José Roberto Frega
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Administração. Defesa: Curitiba, 18/12/2015
dc.descriptionInclui referências : f.116-124
dc.description.abstractResumo: Os Escritórios de Transferência Tecnológica (ETTs) têm desempenhado um papel relevante no Brasil e no mundo, por meio de mecanismos que facilitam a transferência tecnológica entre universidades públicas, privadas, institutos de pesquisa e empresas. Nesse sentido, o presente estudo tem por objetivo compreender como a Agência de Inovação da UFPR contribuí para o processo de transferência tecnológica entre Universidade Federal do Paraná (UFPR) e empresas, sob o ponto de vista do depósito de patentes. Para atingir esse objetivo, adotou-se a abordagem qualitativa-realista descritiva, por meio da estratégia de pesquisa de Estudo de Caso Único Integrado. Realizou-se entrevistas semiestruturadas com 13 docentes-pesquisadores de seis diferentes departamentos que participam ativamente do processo de transferência tecnológica na universidade. Os entrevistados tiveram envolvimento em 50% das 320 patentes depositadas entre os anos 2000 e 2014. Foram também entrevistados os anteriores e atuais gestores da Agência de Inovação da UFPR e outras pessoas relevantes para a investigação. Foram feitas observações diretas e análise de documentos, para posteriores triangulações de dados. No processo de análise de dados, utilizou-se a técnica de análise de conteúdo temática, onde os dados foram tabulados e codificados por meio dos softwares Word, Excel, Express Scribe Transcription, Atlas.ti v.6 e UCINET 6. A partir dos procedimentos adotados foi possível identificar que a institucionalização da Agência de Inovação da UFPR foi precedida por uma série de estímulos e financiamentos governamentais de apoio a inovação e de parcerias realizadas com outras instituições em sua região. Sua criação possibilitou a integração das áreas de propriedade intelectual, transferência tecnológica e incubação de empresas, além de oportunizar a disseminação da cultura de propriedade intelectual dentro e fora da universidade, estimulando pesquisadores a realizarem a proteção de suas descobertas. Sua tipologia de governança pode ser caracterizada por ser um Escritório de Transferência Clássico Avançado ou Escritório Interno Único (I-SINGLE), sendo seus stakeholders internos: docentes, discentes, residentes e técnicos vinculados à universidade, e externos: empresas públicas e privadas, universidades públicas e privadas, fundação, federações e institutos públicos e privados e pessoas físicas. Os principais canais de transferência tecnológica intermediados pela Agência são os de depósito de patentes, licenciamento (transferência da propriedade intelectual) e criação de spin-offs acadêmicos. Neste estudo, também foi possível verificar os intervenientes do processo de transferência tecnológica. Entre as principais barreiras identificadas estão: a sobrecarga de atividades, desconhecimento e desinteresse por parte dos pesquisadores, deficiências no processo de redação da patente e carência de capital humano para nas atividades do ETT, burocracia e falta de apoio e suporte/incentivo por parte da universidade. Já entre os facilitadores, estão a experiência acadêmica por parte dos pesquisadores, a divulgação da cultura de propriedade intelectual e terceirização do processo de redação da patente por parte da Agência de Inovação, e a institucionalização da Agência pela universidade. Os pesquisadores são motivados a se engajarem no processo de transferência tecnológica, principalmente pela sua consciência sobre a relevância de proteger suas descobertas perante a sociedade, pelo acesso à recursos para pesquisa e ganhos econômicos, e prestígio acadêmico. Palavras-Chave: Cooperação Universidade-Empresa; Transferência Tecnológica; Núcleo de Inovação Tecnológica; Escritório de Transferência Tecnológica; Agência de Inovação.
dc.description.abstractAbstract: Technology Transfer Offices (TTOs) have played an important role in Brazil and worldwide, through mechanisms that facilitate technology transfer between public and private universities, research institutes and companies. In this sense, this study aims to understand how the Innovation Agency of UFPR contributed to the technology transfer process between Federal University of Paraná (UFPR) and companies, from the point of view of patent filing. To achieve this purpose, this study have adopted the descriptive qualitative-realistic approach through Single Case Study research strategy. It was conducted semi-structured interviews with 13 researchers from six different departments who actively participated in the process of technology transfer at the university. Respondents have participated in 50% of the 320 patents filed between 2000 and 2014. It was also interviewed past and current managers of the UFPR Innovation Agency and other relevant subjects for research. Direct observation and analysis of documents were made for subsequent triangulation of data. In the process of data analysis, it was used the specific technique of thematic content analysis, where the data were tabulated and coded by Word, Excel, Express Scribe Transcription, Atlas.ti v.6 and UCINET 6 software. From the procedures adopted, it was identified that the institutionalization of the Innovation Agency of UFPR was preceded by a series of incentives and government funding to support innovation and partnerships established with other institutions in. Its creation allowed the integration of the areas of intellectual property, technology transfer and business incubation, as well as, created opportunities for dissemination of intellectual property culture within and outside the university, encouraging researchers to undertake the protection of their findings. Its governance typology can be characterized by being Classical Foward Integrated Technology Transfer Office or Internal Single Office (I-SINGLE), and its internal stakeholders are: professors, students, residents and technicians linked to the university, and external: public and private companies, public and private universities, foundations, associations and public and private institutions and individuals. The main technology transfer channels intermediated by the Agency are the patent application, licensing (transfer of intellectual property) and creation of academic spin-offs. In this study, we also see potential barriers, subserves and motivations in the technology transfer process. The main barriers identified are: the overload of activities and ignorance and disinterest by researchers about the technology transfer process. Deficiencies in the patent drafting process and lack of human capital for the activities of the ETT. Bureaucracy and lack of support from the university. Among the facilitators, they are the academic experience from researchers, dissemination of the culture of intellectual property and outsourcing the drafting process by the Innovation Agency, and the institutionalization of the Agency by the university. The researchers are motivated to engage in technology transfer process especially for its awareness of the importance of protecting their findings, the access to resources for research and economic gains, and also by the academic prestige. Keywords: University-Industry Collaboration; Technology Transfer; Technological Innovation Center; Technology Transfer Office; Innovation Agency.
dc.format.extent157 f. : il., algumas color., grafs., tabs.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languagePortuguês
dc.relationDisponível em formato digital
dc.subjectAdministração
dc.subjectAdministração
dc.titleA contribuição da agência de inovação da UFPR no processo de tranferência tecnológica entre universidade e empresas
dc.typeDissertação


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record