Show simple item record

dc.contributor.advisorCuquel, Francine Lorena
dc.contributor.authorBosch, Emily
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Agronomia
dc.date.accessioned2016-03-02T15:46:13Z
dc.date.available2016-03-02T15:46:13Z
dc.date.issued2014
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/41287
dc.descriptionOrientadora : Profª. Drª. Francine Lorena Cuquel
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Agronomia. Defesa: Curitiba, 24/09/2014
dc.descriptionInclui referências : f. 27-29; 44-47; 50-58
dc.descriptionÁrea de concentração: Produção vegetal
dc.description.abstractResumo: O fisális, conhecido pelo valor nutricional de seus frutos, pode se tornar uma alternativa para o mercado de floricultura como planta envasada. Ele apresenta como elementos ornamentais folhas verdes e membranáceas, muitas ramificações e os seus frutos são envolvidos por um cálice em forma de balão que passa do verde com nervuras arroxeadas ao amarelo durante seu processo de desenvolvimento. No entanto, as plantas podem chegar a 70 cm de altura, característica inadequada para seu uso em vaso. Na floricultura é comum a utilização de reguladores vegetais visando à obtenção de plantas de menor porte e adequadas para o cultivo em vasos. Portanto, esta pesquisa teve como objetivo adequar a arquitetura de fisális ao cultivo em vasos, sem alterar suas demais características ornamentais, com o uso de reguladores vegetais. Foram desenvolvidos dois experimentos, um com Daminozide e outro com Paclobutrazol. O Daminozide foi aplicado três vezes, em intervalos quinzenais, via pulverização foliar, nas concentrações de 850, 1.700, 2.550 e 3.400 mg ia.L-1. No segundo experimento utilizou-se o PBZ nas concentrações de 0, 30, 60, 90, 120 e 150 mg ia.L -1 , uma única vez em pulverização foliar, e nas concentrações de 0, 5, 10, 15, 30 e 60 mg ia.L -1 em uma única aplicação, via irrigação do substrato. Nos dois experimentos a primeira aplicação do regulador vegetal foi realizada após sete dias do transplante das mudas. Neles as variáveis analisadas foram: altura das plantas (cm), números de frutos por planta, diâmetro das plantas (cm), comprimento do pedúnculo do fruto (mm) e massa seca da parte aérea (g). No segundo experimento, adicionalmente, foi feito um teste de aceitação com 60 julgadores não treinados. Os descritores avaliados neste teste foram: altura das plantas, número de frutos por planta e aparência das plantas. Ao final dos experimentos observou-se que tanto o Daminozide quanto o PBZ reduziram o porte das plantas. Entretanto, o Daminozide não produziu plantas compactas o suficiente para atender às exigências de qualidade de plantas envasadas. O PBZ na concentração de 90 mg ia.L-1, aplicado via pulverização foliar, e na concentração de 5 mg ia.L- 1, aplicado via irrigação do substrato, produziram plantas com características adequadas para o uso como planta envasada. Palavras-Chave: floricultura. planta envasada. Paclobutrazol. Daminozide. Physalis. angulata. análise sensorial.
dc.description.abstractAbstract: Physalis (P. angulata), known for the nutritional value of its fruits, can be an alternative for the floricultural market as a potted plant. Its ornamental elements are green and membranous leaves, many ramifications and fruits wrapped into a balloon shaped flower calyx, whose color changes throughout the development process from green with purplish ribs to yellow. However, plants can reach 70 cm tall, an inadequate characteristic for potted plants. Plant growth regulators are used in floriculture crops to obtain shorter plants. Thus, this work aimed to change the physalis's architecture to grow in pots, by applying plant growth regulators, without alterations of its ornamental characteristics. Two experiments were conducted, one with Daminozide and another with Paclobutrazol (PBZ). Daminozide was applied three times, at fortnightly intervals, sprayed on leaves, at 850, 1,700, 2,550 and 3,400 mg ia.L-1. In the second experiment, PBZ applied at 0, 30, 60, 90, 120 and 150 mg ia.L-1, sprayed only once on leaves, and at 0, 5, 10, 15, 30 and 60 mg ia.L-1, in a single application by irrigating the substrate. In both experiments, the first application of plant regulator took place seven days after transplanting. The following features were assessed in the experiments: plant height (cm), number of fruits per plant, plant diameter (cm), fruit stalk length (cm) and dry mass of the aerial part (g). Furthermore, in the second experiment, a sensory test was conducted with 60 not trained evaluators. The following descriptors were assessed in this test: height, number of fruits per plant and appearance. At the end of the experiment, it was observed that both Daminozide and PBZ reduced plants size. However, Daminozide did not produce plants compact enough to satisfy the quality requirements of potted plants. PBZ, in the concentration of 90 mg ia.L-1, applied by spraying on leaves, and in the concentration of 5 mg ia.L-1, applied by irrigation of the substrate, produced plants with adequate characteristics for potted growth. Keywords: floriculture. potted plant. Paclobutrazol. Daminozide. Physalis angulata. sensory analysis.
dc.format.extent60 f. : il., algumas color., grafs.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languagePortuguês
dc.relationDisponível em formato digital
dc.subjectAgronomia
dc.titleRedução do porte de fisális para uso como planta ornamental de vaso
dc.typeDissertação


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record