Show simple item record

dc.contributor.advisorMenezes, José Vitor Nogara Borges de, 1962-
dc.contributor.authorGomes, Mario Augusto Gori
dc.contributor.otherFraiz, Fabian Calixto
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologia
dc.date.accessioned2016-02-05T17:42:40Z
dc.date.available2016-02-05T17:42:40Z
dc.date.issued2015
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/40924
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. José Vitor Nogara Borges de Menezes
dc.descriptionCo-orientador: Prof. Dr. Fabian Calixto Fraiz
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Odontologia. Defesa: Curitiba, 24/08/2015
dc.descriptionInclui referências : f. 41-45
dc.descriptionÁrea de concentração
dc.description.abstractResumo: Faltas às consultas apresentam grande impacto econômico, social e administrativo na gestão de serviços públicos de saúde. Esta pesquisa teve como objetivo estudar os fatores associados ao não comparecimento às primeiras consultas de pacientes infantis em serviço de atenção secundária odontológica da Prefeitura Municipal de Curitiba, Brasil. Foi realizado um estudo transversal com dados secundários obtidos a partir do sistema de prontuário eletrônico de saúde da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba envolvendo a totalidade das crianças (0 a 12 anos) referenciadas aos centros de atenção odontológica secundária nos anos de 2010 a 2013. Os dados foram avaliados através dos testes de quiquadrado de Pearson e quiquadrado de tendência linear (?=0,05). Foram construídos modelos de regressão logística binária onde variáveis independentes com valor de p<0,25 foram incluídas, sendo estimadas as OR brutas e ajustadas. Foram analisados os dados de 1663 crianças, sendo a prevalência de não comparecimento às primeiras consultas de 28,3%. As variáveis que estiveram associadas com o não comparecimento na análise inferencial (p<0,05) e no modelo final foram o Distrito Sanitário de origem do paciente e o tempo de espera em fila virtual. O aumento de um dia de espera, aumentou em 0,3% a chance de não comparecimento da criança à primeira consulta com o odontopediatra. Fatores geodemográficos e aqueles relacionados à organização do serviço, em especial o tempo de espera em fila virtual, devem ser considerados no planejamento estratégico de serviços de saúde, pois podem influenciar o comparecimento de pacientes infantis em serviço de atenção secundária em odontopediatria. Palavras-chave: Serviços de saúde bucal, pesquisa sobre serviços de saúde, atenção secundária à saúde.
dc.description.abstractAbstract: Missed appointments have great economic, social and administrative impact on the management of public health services. This research aimed to study factors associated with non-attendance to the first consultations of pediatric patients in dental referral service of the City of Curitiba, Brazil. A cross-sectional study was performed using secondary data obtained from the electronic health record of the Curitiba Municipal Health Department. The study included all children (0-12 years) referred to specialized dental clinics for pediatric dentistry specialty in the years 2010 to 2013. Data were evaluated by the chi-square test and Pearson linear trend chi-square (? = 0.05). Binary logistic regression models were built where independent variables with p <0.25 were included, and estimated the crude and adjusted OR. Data from 1663 children were assessed and the prevalence of non-attendance to the first consultation was 28.3%. The variables that were associated with the non-attendance in inferential analysis (p <0.05) and in the final model were the patient Health District and the waiting time in virtual queue. The increase of one day of waiting increased by 0.3% the chance of the child not attends the first appointment with the dentist. Geodemographic factors and those related to the service organization, especially the waiting time in virtual queue, should be considered in the strategic planning of health services as they may influence the attendance of pediatric patients in secondary dental referral service. Key words: Dental health services, health services research, secondary care.
dc.format.extent45 f. : il., algumas color., tabes., grafs., maps.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languagePortuguês
dc.relationDisponível em formato digital
dc.titleFatores associados ao não comparecimento em consultas de odontopediatria na atenção secundária da Secretaria de Saúde de Curitiba-PR
dc.typeDissertação


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record