Show simple item record

dc.contributor.advisorKasper, Katia Maria
dc.contributor.authorSantos, Juliano dos
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação
dc.date.accessioned2016-02-04T19:41:41Z
dc.date.available2016-02-04T19:41:41Z
dc.date.issued2015
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/40912
dc.descriptionOrientadora: Profª Drª Kátia Maria Kasper
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 23/02/2015
dc.descriptionInclui referências : f. 159-166
dc.description.abstractResumo: Esta pesquisa investiga processos experimentais de formação, explorando relações entre corpo e produção de subjetividade. Entende a formação em um sentido amplo, como processualidade subjetivante atravessada pelas forças do ambiente e do social. Elege a atividade "Dança e Expressão Corporal" - integrante do conjunto de atividades que compõem o eixo pedagógico "Interações Culturais e Humanísticas" da Universidade Federal do Paraná, Setor Litoral - como campo de estudo, ao acompanhar os processos ocorridos neste espaço formativo. Ao pensar em Ciências e em professores, como levar em conta o corpo em experimentação, que não seja um corpo da fisiologia - descontaminado, reduzido a funções orgânicas programadas, dócil -, nem o corpo morto e dissecado da anatomia? Como dizer de corpos vivos, disponíveis para contagiar aprendizagens? Como dizer de corpos que se abrem às relações e se reinventam com as forças do mundo? A noção de corpo agenciada nesta investigação é aquela apresentada por Gilles Deleuze, como capacidade de afetar e ser afetado, e retomada por Bruno Latour como aprendizagem de ser afetado. A metodologia escolhida é a cartografia, especialmente pela possibilidade que oferece para acompanhar processos, envolvendo, portanto, a formação do próprio pesquisador. Foram acompanhados quatorze encontros da atividade mencionada e produzidos dez depoimentos (oito com estudantes participantes e dois com estudantes proponentes). Neste processo, a dança, para além de uma disciplina dos corpos, torna-se uma potente aliada na produção de devires. Devires produzindo um corpo disponível para aprender com a alteridade - humana ou não-humana. Palavras-chave: Experimentação, Formação, Corpo, Subjetividade, Diferença.
dc.description.abstractAbstract: This research investigates the experimental formation processes, exploring the relationships between the body and the subjectivity production. It understands formation in a broad sense, as a subjectifying process crossed by the forces of the environment and social aspects. It elects the "Dança e Expressão Corporal" activity - member of the set of activities that make up the pedagogical axis "Interações Culturais e Humanísticas" from the Universidade Federal do Paraná, Setor Litoral - as an object of study, to monitor the processes occurring in this formative space. When thinking about science and teachers, how to take into account the body in experimentation, not the physiological body - decontaminated, reduced to programmed and organic functions, docile - nor the dead and dissected body from anatomy? How to discuss living bodies, capable to infect with learning? How to tell about bodies that open up to the relationships and reinvent themselves with the forces of the world? The notion of body referred in this research is the one presented by Gilles Deleuze, as the ability to affect and be affected, and retaken by Bruno Latour as learning to be affected. Cartography is the chosen methodology, especially because of the possibility it offers to accompany processes, thus involving the formation of the own researcher. Fourteen encounters were followed in the activity under mention and ten statements produced (eight with participant students and two with proponent students). In this process, dance, besides a discipline of the body, becomes a powerful ally in the production of becomings. Becomings that produce a body available to learn with otherness - human or non-human. Keywords: Experimentation, Formation, Body, Subjectivity, Difference.
dc.format.extent166 f. : ., algumas color.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languagePortuguês
dc.relationDisponível em formato digital
dc.subjectEducação
dc.titleExperimentações e(m) processo de formação : entre marcas, corpos e invenções
dc.typeDissertação


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record