Show simple item record

dc.contributor.advisorSantos, Leonardo José Cordeiro
dc.contributor.authorCouto, Edivando Vitor do
dc.contributor.otherSalgado, André Augusto Rodrigues
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Terra. Programa de Pós-Graduação em Geografia
dc.date.accessioned2015-12-14T17:33:48Z
dc.date.available2015-12-14T17:33:48Z
dc.date.issued2015
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/40607
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Leonardo José Cordeiro Santos
dc.descriptionCoorientador : Prof. Dr. André Augusto Rodrigues Salgado
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Geografia. Defesa: Curitiba, 21/08/2015
dc.descriptionInclui referências : fls. 102-113
dc.descriptionÁrea de concentração : Espaço, sociedade e ambiente
dc.description.abstractResumo: A passagem lateral Latossolo-Argissolo parece ser comum em ambientes tropicais, e pouco se conhece acerca do motor que influencia ou desperta o início dessa passagem; todavia, sabe-se que rupturas de declives são encontradas nas vertentes, principalmente em locais de transição. Inúmeros estudos têm apontado para a evolução gradual dos Latossolos para Argissolos no Estado do Paraná, processo que parece acontecer de forma diferenciada em um ambiente com características de fatores de formação pedológicas e morfológicas idênticas, separadas unicamente por uma drenagem principal, o rio Ivaí. Onde, os setores à margem direita apresentam vertentes alongadas com cobertura latossólica predominando ao longo da vertente, sendo os Argissolos situados apenas nos trechos inferiores. Na margem esquerda do rio Ivaí, o cenário é completamente diferente, as vertentes são mais curtas e com maiores quebras de declive, a drenagem parece mais entalhada, e o predomínio de Argissolos é evidente, chegando praticamente ao trecho superior das vertentes. Essa configuração foi base para esta pesquisa em que foram efetuadas análises quantitativas das taxas de denudação e controle das taxas pelas condições topográficas regionais e reajustes da rede de drenagem. Foram empregados métodos, que utilizam ageoestatística, taxas de denudação e análise da rede hidrográfica, o que permitiu conclusões mais adequadas sobre o desenvolvimento da distribuição geográfica das sequências laterais Latossolos- Argissolos. A área de estudo localiza-se na porção inferior da bacia hidrográfica do rio Ivaí, próxima à confluência com o rio Paraná. Por meio da mensuração das taxas de denudação utilizando nuclídeos cosmogênicos 10Be, coletados em sedimentos aluviais e de análise morfométrica do terreno, obtiveram-se resultados que demonstram que as taxas de denudação são influenciadas principalmente pela proximidade com o nível de base regional, o rio Ivaí. Os divisores da margem esquerda deste rio estão ligeiramente mais distantes do leito e, de modo geral, apresentam as maiores taxas de denudação, o que demonstra, portanto, correlação positiva entre distância do nível de base e ritmo denudacional progressivo. Os divisores da margem direita da bacia estão mais próximos aos exutórios e, de modo geral, têm menores taxas. Esses fatos apontam para uma tendência, nas duas margens, de ajuste em relação ao nível de base atual do rio Ivaí. As taxas de denudação obtidas, em média, para a margem esquerda são de 12,05 ± 2,98 m.Ma-1 n=7,enquanto para a margem direita são de 7,09 ±1,33 m.Ma-1n=7, dessa forma, se ajustando ao valor de metade das taxas de ajuste da margem oponente. Ao analisar a seção topográfica transversal da margem esquerda, os vales se apresentam aprofundados em forma de V. Os principais divisores das bacias hidrográficas da margem esquerda se distanciam em média a 50 km da captação no rio Ivaí. Ao se distanciar do nível de base, as amplitudes altimétricas tendem a aumentar, e os vales a ser mais profundos ao buscar o nível de base regional. São evidências de que a margem esquerda do rio Ivaí passou por um processo de soerguimento no Quaternário que causou reajuste fluvial dos níveis de base regionais, dados pelos rios Paraná e Ivaí. Os reajustes se refletiram em toda a geomorfologia regional, causando maior entalhamento da rede de drenagem, capturas fluviais e aceleração dos processos erosivos, principais responsáveis pelos baixos divisores, bem como pelas inúmeras rupturas de declive ao longo dos perfis longitudinais. Palavras-chaves: Latossolo-Argissolo. Reajuste fluvial. Taxa de denudação. Rio Ivaí. Análise de agrupamentos. Outliers.
dc.description.abstractAbstract: The oxisol-ultisollateral passage appears to be common in tropical environments, little is known about the mechanism that influences or triggers the beginning of this passage, however it is known that slope ruptures are found on the hillsides especially in transition sites. Many studies have aimed for a gradual evolution of oxisol to ultisol. In the State of Paraná this process seems to happen differently in an environment with all its characteristics of identical soil formation factors separated only by a main drain of the Ivaí River, where the right sectors or north bank have elongated slopes with latosolo coverage, predominating along the slope, the ultisol being located just to the lower reaches. On the left bank of the Ivaí River, the scenario is completely different, the slopes are shorter and higher slope breaks and drainage look more carved and the dominance of the ultisol is evident reaching almost to the upper reaches of the slopes, this configuration guides the hypothesis of this search to a quantitative analysis of the denudation rates and control of these rates, data by the regional topographical configuration and the drainage network adjustments. The geostatistic using method, denudation rates and analysis of river system will allow us appropriate conclusions about the development of these soils. The study area is located in the lower portion of the watershed of Ivaí River near its confluence with the Paraná River. By measuring the denudation rates using nuclides cosmogênicos10Be collected in alluvial sediments arranged sub-basins of the study area and morphometric analysis of the land. It was obtained results showing that denudation rates are influenced mainly by the proximity to the level of regional basis: the Ivaí River. The watershed of the left bank of the Ivaí River are slightly farther from the river and generally have the highest rates of denudation, which thus shows a positive correlation between distance from the base level and the progressive denudacional pace. The watershed on the right bank of the basin are closer to the river mouth and generally has lower rates. This fact points to a tendency on both sides, adjusting relatively to the current base level of Ivaí River. The denudation rates achieved, on average, to the left bank are 12.05 ± 2.98 m.Ma-1 n = 7, while for the right bank are 7.09 ± 1.33 m.Ma- 1 n = 7 thus by adjusting almost half of the opponent bank setting rates. Analyzing the topographic transversal section of the left bank, the valleys are deepened V-shaped. The main watershed of the river basins in the left margin on average distance 50 km from themselves from their funding in Ivaí River. By moving away from the base level the altimetric amplitudes tends to increase and the valleys are deeper, to seek the level of regional basis. Evidence that the left bank of the Ivaí River went through a uplifting process in the Quaternary, which caused a river readjustment of regional background levels given by the Paraná and Ivaí Rivers. These readjustments reflected in all regional geomorphology, causing a greater carving of the drainage system, river captures, acceleration of key erosion processes responsible for the low watershed as well as númerous slope ruptures along the longitudinal profiles. Keywords:Oxisol-ultisol. River adjustment. Denudation rate. Ivaí River. Grouping Analysis.Outliers.
dc.format.extent113 f. : il. algumas color., tabs.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languagePortuguês
dc.relationDisponível em formato digital
dc.subjectGeografia
dc.titleEvolução denudacional de longo prazo e a relação solo-relevo no noroeste do Paraná
dc.typeTese


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record