Show simple item record

dc.contributor.advisorMoutinho, Luiz Damon Santos, 1964-pt_BR
dc.contributor.authorLima, Edson Ribeiro dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Filosofiapt_BR
dc.date.accessioned2020-05-27T14:35:28Z
dc.date.available2020-05-27T14:35:28Z
dc.date.issued2006pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/40505
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Luiz Damon Santos Moutinhopt_BR
dc.descriptionAutor não autorizou a divulgação do arquivo digitalpt_BR
dc.descriptionDissertaçao (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Filosofia. Defesa: Curitiba, 12/06/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 88-90pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Historia da Filosofia moderna e contemporâneapt_BR
dc.description.abstractResumo: Tendo se concentrado no texto "Lições para uma fenomenologia da consciência interna do tempo" (1893-1917), a presente dissertação procura mostrar o papel do tempo da "evolução" da fenomenologia husserliana como ponto de transição de uma fenomenologia estática para uma fenomenologia genética, transição que coincide, em parte, com a passagem da fenomenologia das "Investigações lógicas" para o assim chamado idealismo transcendental. Ao analisar a consciência do tempo em seu estrato mais fundamental - o que ocorre somente nas Lições - Husserl, que nas Investigações realizava a oposição ainda cartesiana entre sensibilidade e entendimento, poderá dar um passo mais decisivo que aquele dado em "Idéias I", ao investigar os atos últimos que estão na base da apresentação à consciência de um campo múltiplo de fenômenos. A consciência absoluta do tempo mostrará, então, que a analise passou do campo do constituído, dos objetos passíveis de uma descrição estática, para a constituição, o que exige uma descrição que desça a um nível ainda mais primitivo à gênese de toda síntese, o que só ocorre na terceira seção das Lições. Com efeito, para que o idealismo transcendental não encontre parentesco com qualquer idealismo historicamente afirmado, faz-se necessária esta descrição que prescinda de toda e qualquer posição mundana, que radicalize o método da redução.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This dissertation investigates the role of time in the "evolution" of Husserl's phenomenology as the turn of a "static" into a "genetic phenomenology", and it has been concentrated in the work "Vorlesungen zur Phänomenologie des inneren Zeitbewusstseins". This point of transition has relations between the turn of the "Logische Untersuchungen" to the so called "transcendental idealism". The Husserl's description of the conscience of time in its fundamental level (that appears only in these "Vorlesungen") will exceed the static description of those "Logische Untersuchungen" as well as that from "Ideen I", when the phenomenology still worked with the cartesian opposition between sensibility and understanding. The third section of the "Vorlesungen" analyses the ultimates conscience's acts as the foundation of a multiple field of phenomena (phänomenologischer Feld), and in this way the absolute conscience of time will show that phenomenological investigation makes the change of a constituted field of objects to the origins of the own constitution itself. So in this level the Phenomenology attains the genesis of all synthesis in the mode of a passive synthesis. Therefore, if the transcendental idealism has nothing to do with the traditional one, so it's necessary that the phenomenological description goes beyond all the empirical fondement. In other words the phenomenological reduction should be extended.pt_BR
dc.format.extent90f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectConsciência - Tempo (Filosofia)pt_BR
dc.subjectFenomenologia - Filosofiapt_BR
dc.subjectIdealismo transcedentalpt_BR
dc.subjectCNPqpt_BR
dc.titleTempo e constituição : da descrição à fenomenologia genéticapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record