Show simple item record

dc.contributor.advisorLopes, Paulo César de Azevedo Simões
dc.contributor.authorDanielski, Mônica Lauriano
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Zoologia
dc.date.accessioned2015-12-02T15:02:31Z
dc.date.available2015-12-02T15:02:31Z
dc.date.issued2015
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/40331
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Paulo César Simões-Lopes
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Zoologia. Defesa: Curitiba, 27/02/2015
dc.descriptionInclui referências : f. 144-146
dc.descriptionArea de concentração: Zoologia
dc.description.abstractResumo: O Brasil possui uma importante área reprodutiva de baleias-francas concentrada principalmente no litoral de Santa Catarina. Após o reconhecimento dessa unidade populacional brasileira, foi criada a Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca (APABF), no sul de Santa Catarina com o objetivo principal de proteger as baleias- francas. O Turismo de Observação de Baleias (TOB) desenvolveu-se na região da APA da Baleia Franca como uma atividade consolidada e em crescimento. Com o objetivo de criar áreas onde os animais pudessem ficar isentos do molestamento da atividade, foram criadas as Áreas de Refúgio da Baleia Franca (AR), sendo seis baías selecionas onde as atividades de TOB foram proibidas. Foram gerados modelos de ocupação de área ao longo das baías amostradas. O modelo eleito apresentou a proporção de área ocupada de 76% (?= 0,76), evidenciando que a área de estudo tem importante ocupação por baleias- francas. Através de análises de GLM, observou-se que o mês de setembro foi o mais importante em ocorrência e abundância de animais nas áreas monitoradas, destacando-se grupos de mães e filhotes, confirmando a área como importante berçário da espécie. As baías mais utilizadas foram Gamboa (AR) e Ibiraquera, sendo que todas as outras AR consolidadas, tiveram baixa ou nenhuma ocorrência de animais. A presença de redes nas baías apresentou uma correlação negativa com o número total de baleias observadas. Em relação às cidades analisadas, os meses de agosto e setembro apresentam alta concentração de animais em Garopaba e Imbituba decaindo bruscamente em outubro e novembro. As enseadas de Laguna tiveram mais adultos durante toda temporada, e esse grupo aparenta ocupar baías mais ao sul da área estudada, mostrando uma possível segregação entre áreas de permanência de mães com filhotes e adultos. Ao longo da evolução, cetáceos adquiriram diversas adaptações fisiológicas e anatômicas para seu processo respiratório. Através de análises do intervalo respiratório de mães e filhotes de baleia-franca, foi observado que o tempo médio de apneia das mães não diferiu ao longo dos meses, entretanto para filhotes, o tempo médio em agosto e setembro foi maior que outubro e novembro. Os resultados de comparação entre a apneia de mães e filhotes revelou que em novembro filhotes não apresentaram diferenças significantes de seus intervalos respiratórios em relação às mães, sendo que nesse mês, o filhote já apresenta frequência respiratória similar a de um adulto. Em relação ao TOB em Santa Catarina, foi observado um crescimento da atividade, mesmo a despeito da redução de áreas de turismo devido à criação das Áreas de Refúgio da Baleia Franca, acompanhando assim, a tendência mundial da atividade. . Palavras-chave: Eubalaena australis, Áreas de Refúgio, Filopatria, Turismo de Observação de Baleias.
dc.description.abstractAbstract: Brazil has the most important right-whale wintering ground on the central-southern coast of Santa Catarina state. To protect the right-whales on the breeding ground was created the Right Whale Protected Area. The Whale Watching is a growing activity around all the country, including Santa Catarina state. The Right Whale Refuge Areas was designed to avoid the molestation of whale watching boats on right-whales, and include six bays where the whale watching is forbidden. The Site Occupancy Modeling revealed that 76% (?= 0,76) of the bays had right-whales sights, showing the area as an important right- whale breeding ground. Using generalized linear models (GLMs), it was found that in September, Gamboa and Ibiraquera bays were the most important in whales occurrence and abundance. All the others Right Whale Refuge Areas had low or none sights. The fishing gears in the bays showed a negative correlation with the abundance of whales. Garopaba and Imbituba had a high whales concentration in August and September and an abrupt reduction in October and November. Adults were more sighted in Laguna bays, extreme south of the study area. Apparently, there are segregation between beaches used by mother and calves and others used by adults. Cetaceans have acquired specific anatomical and physiological adaptations for breathing. There was no difference in mothers breathing intervals along the breeding season, for calves, October and November were longer than August and September. In November, calves showed no difference between their breathing intervals and their mothers, and in this month, they achieved adults breathing pattern. The Whale Watching in Santa Catarina had an important increase despite the areas reduction related to the creation of the Right Whale Refuge Areas. Keywords: Eubalaena australis, Refuge Areas, Filopatry, Breathing Intervals, Whale Watching
dc.format.extent166 f. : il. algumas color., grafs., maps., tabs.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languagePortuguês
dc.relationDisponível em formato digital
dc.subjectZoologia
dc.subjectBaleia
dc.subjectÁreas protegidas
dc.titleÁreas marinhas protegidas respondem às necessidades de suas espécies-alvo? : um estudo de caso na APA da Baleia Branca
dc.typeTese


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record