Show simple item record

dc.contributor.advisorPacheco, Vicente, 1952-pt_BR
dc.contributor.authorCarvalho, Regiane Rafaela dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Especialização em Gestão de Negóciospt_BR
dc.date.accessioned2021-04-15T16:47:36Z
dc.date.available2021-04-15T16:47:36Z
dc.date.issued2012pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/39403
dc.descriptionOrientador : Vicente Pachecopt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Especialização em Gestão de Negóciospt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : Nos anos 80, a tentativa de reativação do cooperativismo de crédito no Brasil era mal vista pelas autoridades responsáveis pela regulamentação do sistema financeiro, aos poucos as cooperativas foram ganhando espaço, cada vez mais acatando mais medidas exigidas pelo Banco Central, mas visando que o sistema seja ainda mais seguro. A estratégia é um fator muito importante nas cooperativas, desde seu nascimento, pois busca eliminar barreiras que poderiam acabar com qualquer esperança de sucesso, no seu desenvolvimento para que obtenha resultados e em seu crescimento, para que expanda seu negócio e atinja cada vez mais adeptos ao sistema. É necessário que se entenda que a cooperativa é uma sociedade onde pessoas se juntam para trabalhar de forma solidária na realização dos negócios que se ampliam, essencial saber que o sócio de cooperativa é igualmente seu dono, obtendo assim responsabilidade, direitos e deveres. As expectativas para 2012 são boas para as cooperativas, a ONU (Organização das Nações Unidas) declarou o ano de 2012 como o ano internacional das cooperativas, reconhecendo assim a importância do cooperativismo para realização das atividades de milhões de pessoas em todo o mundo. Aproveitando o momento mundial e o bom momento no Brasil, a cooperativa de crédito Sicredi, lançou seu planejamento estratégico para os próximos anos, que busca engajamento de seus colaboradores, melhorias no sistema nos canais de relacionamento, conscientização de seus associados, fator indispensável, pois a partir dele que a cooperativa poderá realmente crescerna localidade em que já atua, conquistando ainda mais o mercado e consequentemente poderá expandir para outros centros, buscando novos negócios. Uma medida boa para a cooperativa, mas principalmente para as pessoas que fazem parte dela que sirva de estímulo para que todos sejam mais solidários e cooperativos para construir um mundo melhor.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo ( 36 p.) : grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectCooperativas de crédito - Administraçãopt_BR
dc.subjectPlanejamento estratégicopt_BR
dc.titleA estratégia de crescimento da cooperativa de crédito Sicredipt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record