Show simple item record

dc.contributor.advisorPrevedello, Beatriz Monte Serrat, 1954-
dc.contributor.authorBarcik, Cristina
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo
dc.date.accessioned2015-11-12T17:34:03Z
dc.date.available2015-11-12T17:34:03Z
dc.date.issued1999
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/39392
dc.descriptionOrientadora : Beatriz Monte Serrat Prevedello
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Parana, Setor de Ciencias Agrarias
dc.description.abstractResumo: Com o objetivo de avaliar as interferências autoaleiopáticas de plantas de alfafa foi conduzido experimento em casa de vegetação e laboratório de germinação, ambos no Setor de Ciências Agrárias da UFPR. No experimento de casa de vegetação aplicou-se em plantas adultas de alfafa cv. Crioula, extrato aquoso nas concentrações de 5, 10 e 15 g 100ml"1 e resíduos com 0,6 g 100g"1 ( grama de resíduo/ grama de soto) de plantas da mesma espécie, coletadas com 20 cm de altura em estágio vegetativo, em um alfafal de 3 anos. Os solos utilizados no experimento foram um CAMBISSOLO álico e LATOSSOLO VERMELHO ESCURO distrófico de caráter argiloso e arenoso respectivamente. Foi utilizado um delineamento experimental inteiramente casualizado, com 16 tratamentos e 5 repetições, perfazendo 80 unidades experimentais (vasos). O experimento teve duração de 7 meses onde realizaram-se avaliações de matéria seca de 3 cortes nos períodos de julho/97 a outubro/97. As avaliações de matéria seca não apresentaram resultados depressivos em relação a produção desta, que possam estar ligados a autoaíelopatia, apresentando acréscimo com a presença de resíduo ao longo dos três cortes e efeito nulo dos extratos. As análises dos teores minerais presentes na matéria seca de parte aérea foram realizadas com material do último corte e demonstraram diferenças significativas com médias crescentes para os teores de K, e B pela aplicação de extrato e resíduo. Nas análises de solo aumentaram os valores de carbono, CTC e V% à medida que cresceram os tratamentos com resíduo e extrato. Concluiu-se que nas condições de casa de vegetação não ocorreram efeitos autoalelopáticos prejudiciais de compostos de alfafa em plantas adultas com aplicação de tratamentos com resíduos e extratos da própria planta. Nas avaliações de germinação em germinador testaram-se os mesmos extratos e solos da casa de vegetação avaliando-se o número de plantas germinadas, constatando que essa foi afetada com a presença dos extratos de maneira progressiva, sendo esses efeitos mais acentuados no solo arenoso.
dc.description.abstractAbstract: The objective of this study was to evaluate certain autoalelopathic factors on the growth of ALFALFA, grown in a greenhouse and at the Germination Laboratory of the Agrarian Sciences Sector of the Federal University of Paraná . At the greenhouse experiment, the ALFALFA'S aqueous extraction (5, 10 and 15 g /100 ml) and residue (0.6 g / 100g of soil) were applied to adult plants of ALFALFA. The extract and residue were made from three year-old ALFALFA of height 20 cm. The CAMBISSOLO ALICO (clay texture) and LATOSSOLO VERMELHO ESCURO DISTRÓFICO (sandy texture) were used for this experiment. A completely randomized experimental design was used with sixteen treatments and five replications per treatment. The experiment was carried out for seven months and the evaluation of dry matter was done three times, from July to October of 1997. The observed weights of dry matter did not decrease over time, as was expected due to autoalelopathy. The weights increased even more over three months, with the presence of the residue. At the last evaluation of the dry matter, mineral content of the aerial parts were analyzed. The contents of K, and B increased significantly, with increase of the extract and residue. The levels of content of organic carbon(C) cation exchang capacity (CEC) and base saturation (V%) also increased with the application. It concluded that there was no autoaleiopathic effect of ALFALFA under the greenhouse conditions. To investigate the effect on germination, the same treatments were applied at the Germination Laboratory. The application of the extract and residue increased the germination rate. This effect was larger with sandy soil, than with the day soil.
dc.format.extent109f. : il. ; 30cm.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languagePortuguês
dc.relationDisponível em formato digital
dc.subject633.311
dc.subjectAlfafa - Cultivo
dc.subjectAlelopatia
dc.subjectAgentes alelopáticos
dc.subjectTeses
dc.titleProcessos autoalelopáticos na cultura da alfafa (Medicago sativa L.CV. crioula) em solos de diferentes texturas
dc.typeDissertação


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record