Show simple item record

dc.contributor.advisorSantos, Adriana de Paula Lacerda
dc.contributor.authorSouza, Bruno de
dc.contributor.otherDrozda, Fabiano Oscar
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Tecnologia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção
dc.date.accessioned2015-10-26T12:29:41Z
dc.date.available2015-10-26T12:29:41Z
dc.date.issued2015
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/38877
dc.descriptionOrientadora : Profª Drª Adriana de Paula Lacerda Santos
dc.descriptionCo-orientador : Prof. Dr. Fabiano Oscar Drozda
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Tecnologia, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Defesa: Curitiba, 15/04/2015
dc.descriptionInclui referências : fls. 114-119
dc.description.abstractResumo: O cenário competitivo do setor automotivo brasileiro possibilitou nas últimas décadas a implantação de indústrias de autopeças no país. O serviço de fornecer autopeças requer atender as cobranças das montadoras de veículos por produtos diferenciados e que satisfaçam ao alto nível de exigência do cliente final. Em busca da preferência das grandes marcas automotivas, empresas de autopeças vislumbram na melhoria da qualidade de seus produtos um diferencial competitivo. Mesmo com a evolução considerável das técnicas de pintura automotiva nas últimas décadas, o para-choque é uma autopeça que ainda tem diversos problemas relacionados ao aspecto da sua superfície pintada. O objetivo deste trabalho visou identificar os fatores de aplicação do verniz que interferem na intensidade do aspecto de casca de laranja em superfícies de para-choques pintados e propor uma combinação ótima dos fatores através da metodologia do projeto robusto. Na pesquisa realizada no setor de pintura automatizada de uma empresa de para-choques, o projeto robusto auxiliou na identificação das formas de variabilidade do processo de produção através da aplicação de um experimento e técnicas estatísticas, de forma ágil e com pouco desperdício de material. O experimento testou várias combinações dos níveis dos fatores de aplicação do verniz (velocidade, vazão, rotação por minuto, alta tensão, ar modelador) em amostras de para-choques. A intensidade da casca de laranja, em superfícies pintadas de verniz, das amostras foi medida pelo equipamento Wave Scan, o qual fornece a leitura do comprimento de onda em função de duas medidas: Short Wave e Long Wave. Os principais resultados obtidos através da análise da variância da razão sinal ruído revelaram que, os fatores que têm efeitos significativos no valor resposta do comprimento de onda Short Wave são: rotação por minuto, alta tensão além das interações vazão*alta tensão e velocidade*alta tensão. Já os fatores que afetaram significativamente o valor resposta do comprimento de onda Long Wave são: vazão, ar modelador, rotação por minuto, alta tensão e a interação velocidade*alta tensão. Como resultado da análise das médias do sinal ruído, foi apresentada neste trabalho a combinação ótima dos fatores: velocidade = 920 m/s; vazão = 160 mililitro/minuto; ar modelador = 180 bar; rotação por minuto = 90 rotações/minuto; alta tensão = 180 kilovolts. Palavras-chave: Pintura automotiva. Casca de laranja. Para-choque. Projeto robusto.
dc.description.abstractAbstract: The competitive marketplace of the Brazilian automotive sector in recent decades has enabled the implementation of auto parts industries in the country. The auto parts suppliers must meet the automotive industry requirements for outstanding products to satisfy the end customer. In search of the preference of the great automotive brands, auto parts companies aim improving the quality of their products as competitive advantage. Even with the considerable development of techniques for automotive paint in recent decades, the bumper is a car part that still has many problems related to the aspect of your painted surface. This study aimed to identify the clear coat application factors which effect on the intensity of orange peel appearance on painted bumpers surfaces and offer an optimum design of factors through the robust design methodology. In this research conducted in automated paint sector of a bumper company, the robust design helped in the identification of variability cause in a production process by applying an experiment and statistical techniques, in an agile and with little waste material way. The experiment tested various combinations of levels of the clear coat application factors (speed, flow, revolution per minute, operation voltage, atomizing air pressure) in the bumper samples. The intensity of the orange peel on coated surfaces samples was measured by a Wave Scan device, which provides the wavelength reading as a function of two measures: Long Wave and Short Wave. The main results obtained by variance analysis of noise signal ratio showed that the factors that have significant effects on the value of the Short Wave response wavelength are: revolution per minute, operation voltage, and the interactions flow * operation voltage and speed * operation voltage. The factors that significantly affected the response value of the Long Wave wavelength are: flow, atomizing air pressure, revolution per minute, operation voltage and the interaction speed * operation voltage. As a result of analysis of the noise signal mean, it is presented the factors optimum design: speed = 920 m / s; flow = 160 ml/min; atomizing air pressure = 180 bar; revolution per minute = 90 revolutions / minute; operation voltage = 180 kilovolts. Keywords: Automotive Paint. Orange peel. Bumpers. Robust design.
dc.format.extent120f. : il. algumas color., tabs.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languagePortuguês
dc.relationDisponível em formato digital
dc.subjectEngenharias
dc.titleUso do projeto robusto para identificação de fatores que contribuem na intensidade do aspecto de "casca de laranja" em superfície de para-choques pintados
dc.typeDissertação


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record