Show simple item record

dc.contributor.advisorQuadros, Juliana
dc.contributor.authorMartins, Maura Cristófani
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Zoologia
dc.date.accessioned2015-10-23T10:54:12Z
dc.date.available2015-10-23T10:54:12Z
dc.date.issued2015
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/38380
dc.descriptionOrientadora : Profª. Drª. Juliana Quadros
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Zoologia. Defesa: Curitiba, 10/04/2015
dc.descriptionInclui referências : fls. 43-50
dc.description.abstractResumo: Estudos têm sido realizados em várias regiões do Brasil para verificar se o turismo de observação de cetáceos pode gerar impactos negativos sobre a população do boto-cinza (Sotalia guianensis). Sabe-se que no Complexo Estuarino Lagunar de Cananéia o tipo de motor, a quantidade de embarcações e o procedimento adotado pelo mestre da embarcação influenciam diretamente na resposta dos animais. Os objetivos desse trabalho são monitorar as interações entre o boto-cinza e as embarcações presentes neste estuário e determinar possíveis influências das embarcações motorizadas sobre o comportamento dos botos-cinza, contribuindo dessa forma com informações para o manejo sustentável do turismo de observação de boto-cinza na região. As expedições de campo foram realizadas em quatro setores do estuário (três pontos-fixos e expedições embarcadas). As respostas comportamentais dos botos-cinza foram divididas em três categorias: positivas, negativas e sem aparente resposta. Entre março de 2011 e julho de 2012, foram totalizadas 185 horas na presença de botos-cinza, sendo possível registrar 320 encontros simples. Com esse estudo, pode-se observar que existe uma diferença entre os encontros que acontecem próximos à praia (observados dos pontos-fixos) com os que acontecem no meio da Baía de Trapandé (observados nas expedições embarcadas). Quando o encontro acontece próximo à praia a resposta dos botos-cinza é influenciada pela composição do agrupamento, tipo do motor da embarcação, presença ou ausência de cerco-fixo no momento do encontro e a distância entre a embarcação e os animais. Em contrapartida, no meio da Baía de Trapandé a resposta dos botos-cinza é influenciada exclusivamente pela velocidade de deslocamento e a distância que a embarcação fica dos animais. Restrição da velocidade de deslocamento e distância mínima de aproximação das embarcações seriam medidas mitigatórias eficazes na região de estudo. Para proteger as áreas próximas à praia seria importante a criação de áreas de refúgios ou rotas de navegações predefinidas. Com os resultados desse estudo, sugere-se que as embarcações, de pesca e de turismo de observação de cetáceos, trafeguem somente pelo meio da Baía de Trapandé, evitando as áreas próximas à praia. Portanto, os resultados desse tipo de pesquisa são fundamentais na ordenação do turismo de observação de boto-cinza no Complexo Estuarino Lagunar de Cananéia. Palavras-chave: Whale watching. Impacto. Comportamento. Conservação. Sotalia guianensis.
dc.description.abstractAbstract: Studies have been carried out in various regions of Brazil to verify if whale watching could cause negative impacts on the Guiana dolphin population (Sotalia guianensis). It is known that in the Estuarine Complex of Cananéia, the type of motor, the number of boats and the procedure adopted by boat masters directly influence the reactions of the animals. The purpose of this work is to monitor interactions between the Guiana dolphin and vessels present at the Estuarine Complex of Cananéia and determine possible influences of motorized boats on the behavior of the dolphins. Results of this work contribute to the sustainable management of Guiana dolphin watching in the region. Field expeditions were done in four sections of the Estuarine Complex of Cananéia (three land-based expeditions and boat-based expeditions). The behavioral reactions of the dolphins were divided into three categories: positive, negative and no apparent reaction. Between March 2011 and July 2012, a total of 185 hours were spent in the presence of the dolphins, during which it was possible to register 320 simple encounters. It was possible to observe that there is a difference between the encounters that happen near the beach (seen from the land-based expeditions) and those that occur in the middle of the Trapandé Bay (seen from boat-based expeditions). In the encounters close to the beach, the Guiana dolphins response is influenced by group composition, type of motor, presence or absence of "cerco-fixo" and distance between vessel and animals. On the other hand, in the middle of Trapandé Bay the Guiana dolphin response is influenced only by vessels speed and its distance from the animals. Speed restriction zones and minimum approach distance of boats can be effective mitigation measures in the studied region. To protect the areas close to the beach, it would be important to create refuge areas or predefined shipping lanes. Another recommendation based on the results of this study, is to limit fishing and whale watching vessels route to the middle of Trapandé Bay, avoiding the areas near the beaches. Therefore, the results of this type of research are fundamental for the sustainable management of Guiana dolphin watching in the Estuarine Complex of Cananéia. Key-words: Whale watching. Impact. Behaviour. Conservation. Sotalia guianensis.
dc.format.extent50 f. : il., tabs.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languagePortuguês
dc.relationDisponível em formato digital
dc.subjectZoologia
dc.subjectBoto
dc.subjectEcologia dos estuarios
dc.titleMonitoramento das interações entre o boto-cinza e as embarcações no Complexo Estuarino Lagunar de Cananéia, SP
dc.typeDissertação


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record