Show simple item record

dc.contributor.advisorBahl, Miguel, 1956-
dc.contributor.authorCorbari, Sandra Dalila
dc.contributor.otherSouza, Silvana do Rocio de
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Turismo
dc.date.accessioned2015-10-19T15:33:23Z
dc.date.available2015-10-19T15:33:23Z
dc.date.issued2015
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/38376
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Miguel Bahl
dc.descriptionCo-orientadora: Profª. Drª. Silvana de Rocio de Souza
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Turismo. Defesa: Curitiba, 15/04/2015
dc.descriptionInclui referências : fls. 161-172
dc.descriptionÁrea de concentração: Turismo e desenvolvimento
dc.description.abstractResumo: O turismo é um dos diversos agentes de contato entre culturas. Sobre essa atividade recai, por vezes, a culpabilização por alterações socioculturais que ocorrem nas comunidades visitadas. No entanto, se, por um lado, o desenvolvimento do turismo interfere nos aspectos socioculturais, assim como outras atividades econômicas também o fazem, por outro lado, essas alterações são resultado da dinamicidade cultural, da adaptação das comunidades ao ambiente e às novas tecnologias. Essa problemática parece se acentuar em alguns destinos, onde o aspecto cultural se mantém fortalecido, como é o caso de algumas comunidades indígenas brasileiras. Tendo em conta esse cenário, esta pesquisa tem como objetivo geral averiguar como é retratado em teses e dissertações, publicadas entre os anos 1999 e 2012, o turismo envolvendo comunidades indígenas brasileiras, com ênfase nas relações e nos impactos socioculturais. A pesquisa proposta foi desenvolvida por meio de levantamento bibliográfico e de análise documental. Utilizando-se da técnica de análise de conteúdo, foram analisadas teses e dissertações brasileiras publicadas no período supracitado e inseridas no Banco de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Foi possível averiguar que o desenvolvimento turístico não é o único fator responsável por modificações socioculturais nas comunidades pesquisadas, uma vez que outros agentes, como o Estado, moradores circunvizinhos das áreas indígenas, organizações religiosas, empresas do setor imobiliário, entre outros, também operam mudanças nos âmbitos social e cultural nessas comunidades. Observa-se ainda que há especificidades, em cada caso, em relação à forma como o turismo ocorreu e foi gerido, gerando, assim, diferentes resultados, embora seja possível perceber que em algumas comunidades tal atividade teve impacto negativo, enquanto em outras os impactos positivos se sobressaíram. A multiplicidade de pesquisas, de diferentes áreas do conhecimento, contribuiu para que os resultados fossem ainda mais construtivos e possibilitassem uma reflexão quanto à complexidade da relação entre a atividade turística e as comunidades indígenas brasileiras. Palavras-chave: Impactos socioculturais. Comunidades indígenas. Turismo em áreas indígenas. Turismo étnico indígena.
dc.description.abstractAbstract: Tourism is one of the various agents of contact between cultures. This activity is sometimes to blame for socio-cultural changes that occur in the communities visited. Nevertheless, if, on the one hand, the development of tourism contributes to socio-cultural changes, as well as other economic activities do, on the other hand, these changes are the result of the cultural dynamism, the adaptation of communities to the environment and the new technologies. This problem seems to be accentuated in some destinations, where the cultural aspect remains strong, as is the case of some Brazilian indigenous communities. Thus, this study aimed to examine how tourism involving Brazilian indigenous communities, with emphasis on relationships and socio-cultural impacts, was described in theses and dissertations published between 1999 and 2012. Research was carried out by means of literature review and document analysis. Using the content analysis technique, Brazilian theses and dissertations published in the period above mentioned and available in the online database of the Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) were analyzed. It was possible to verify that not only the development of tourism generated sociocultural changes in the communities, but also other agents did it, such as the State, the residents around the indigenous areas, religious organizations, the real estate industry and others. In addition, in each case analyzed, tourism occurred and was managed in a specific way, producing different results, although in some communities such activity had a negative impact, while in others the positive impacts excelled. Due to the multiplicity of research in different fields of knowledge, the results were even more constructive and enable further reflection on the complexity of the relationship between tourism and the Brazilian indigenous communities. Keywords: Socio-cultural impacts. Indigenous communities. Tourism in indigenous areas. Indigenous ethnic tourism.
dc.format.extent182 f. : il.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languagePortuguês
dc.relationDisponível em formato digital
dc.subjectSociologia
dc.titleO turismo envolvendo comunidades indíginas em teses e dissertações : retrato da relações e dos impactos socioculturais
dc.typeDissertação


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record