Show simple item record

dc.contributor.advisorScarpin, Jorge Eduardopt_BR
dc.contributor.authorDutra, Gonzalopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Contabilidadept_BR
dc.date.accessioned2015-07-29T18:08:21Z
dc.date.available2015-07-29T18:08:21Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/38326
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Jorge Eduardo Scarpinpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Contabilidade. Defesa: Curitiba, 2015pt_BR
dc.descriptionInclui referências : fls. 125-137pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração : Contabilidade e finançaspt_BR
dc.description.abstractResumo: Este estudo tem por objetivo testar empiricamente, nas companhias listadas na BM&FBOVESPA, a validade do modelo de avaliação conhecido como EBO desenvolvido por Edwards e Bell (1961) e aprimorado por Ohlson (1995). Dessa forma a pesquisa analisa a validade do modelo EBO para identificar ações subavaliadas e sobreavaliadas que poderiam gerar oportunidades de investimento com rentabilidade anormal para investidores. A metodologia usada considera: (i) revisão bibliográfica que providencia o embasamento teórico no campo de Valuation, (ii) pesquisa quantitativa-empírica quanto à abordagem do problema. O levantamento teórico abrangeu as abordagens mais destacadas de avaliação de empresas (Fluxos de Caixa Descontados, Modelos baseados na Contabilidade, Avaliação Relativa e Modelo de Precificação de Opções) para finalmente aprofundar na teoria subjacente do Modelo de Lucros Residuais proposto por Edwards e Bell (1961) e Ohlson (1995). Para avaliar a performance do modelo EBO, três (3) hipotéticos portfólios foram criados. Inicialmente as ações foram avaliadas pelo modelo EBO, que forneceu uma decisão de investimento após comparar os valores resultantes do modelo EBO com os preços das ações. Em seguida, por meio de testes t de diferenças de médias, foram avaliados os desempenhos dos portfólios sub- e sobreavaliados. Os resultados empíricos confirmam, com base nos 10 anos da amostra usada, que o modelo de Edwards-Bell (1961) e Ohlson (1995), consegue consistentemente classificar corretamente as ações sub e sobreavaliadas. Portanto, o modelo EBO é um instrumento útil para avaliar decisões de investimento no mercado acionário brasileiro. O estudo conclui que modelo EBO fornece um critério de avaliação teoricamente sólido e empiricamente válido para companhias brasileiras. Palavras-chave: Precificação de Ativos, Mercados de Capitais, Modelo de Retornos Anormais, Gestão de Portfólios, Modelo de Edwards-Bell e Ohlson.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This dissertation empirically tests the validity of the Edwards-Bell (1961) and Ohlson (1995) Valuation Model (EBO) by applying this model to Brazilian companies listed on the BM&FBOVESPA. The research examines the utilization of the EBO model in identifying under- and overvalued corporations which can provide abnormal returns to an investor. The methodology includes (i) literature review of valuation theory, and (ii) a quantitative assessment of the EBO model's valuation results. The initial phase of the research is to substantiate the EBO model by employing leading research approaches to valuation. The used approaches are Discounted Cash Flows, Accounting Based Models, Relative Valuation and Black-Scholes Option Pricing Models. Finally, a deeper review of Residual Income Models (EDWARDS-BELL 1961, OHLSON 1995) is conducted. To assess the performance of the EBO Model three (3) hypothetical equity-investment portfolios were created. Firstly individual assets were valued by the EBO model, which provided an investment decision by comparing the EBO model's outcomes to the assets' prices. Then through t-tests of difference between two means, under- and overvalued portfolios' performances were assessed. According to results, based on 10 years' sample data, the Edwards-Bell (1961) and Ohlson (1995) Model consistently succeeds in determining which equities are over- or undervalued. Therefore, the EBO model is a beneficial instrument in evaluating equity investment decisions in the Brazilian marketplace. Thus, the study concludes that EBO Model provides a valuation criteria that is both theoretical sound and empirically valid for Brazilian companies. Keywords: Asset Valuation, Asset Pricing, Capital Markets, Residual Income Valuation, Intrinsic Value, Portfolio Management, Edwards-Bell and Ohlson Model.pt_BR
dc.format.extent141f. : il., grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectCiências Contábeispt_BR
dc.subjectMercado de capitaispt_BR
dc.subjectAtivos (Contabilidade)pt_BR
dc.subjectFluxo de caixapt_BR
dc.subject.ddc332.6322pt_BR
dc.titleEvidência no mercado brasileiro do modelo Edwards - Bell - Ohlson para avaliar companhiaspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record