Show simple item record

dc.contributor.advisorSampaio, Armando Vazpt_BR
dc.contributor.authorGuioti, Cidley de Oliveirapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Econômicopt_BR
dc.date.accessioned2015-07-23T17:48:49Z
dc.date.available2015-07-23T17:48:49Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/38243
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Armando Vaz Sampaiopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Ecônomico. Defesa : 25/03/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referências : fls. 46-52pt_BR
dc.description.abstractResumo: O objetivo principal desta dissertação é realizar uma avaliação retrospectiva da compra do Laboratório Medley pelo Laboratório Sanofi em 2010, que foi a maior fusão na indústria farmacêutica brasileira, com o intuito de compreender os efeitos que este ato de concentração teve no mercado, seu impacto para os consumidores, na regulação econômica do mercado de medicamentos. Além disso, esta pesquisa intenta o aperfeiçoamento da tomada de decisão em outros atos de concentração semelhantes. Para testar essas hipóteses, lança-se mão na análise empírica de um modelo de diferenças em diferenças (DD) de dois estágios (TENN, 2011; THOMPSON, 2011). Os resultados das estimações do modelo empírico permitem concluir que o Laboratório Sanofi não alcançou o objetivo desejado de aumentar e fortalecer a sua participação de mercado. De um modo geral, chega-se a conclusão de que o grupo econômico formado pela fusão entre a Sanofi e a Medley teve uma expressiva queda na participação de mercado. Com relação ao que aconteceu com o remédio antitruste aplicado pelo CADE, como condicionante à aprovação da fusão, foi diferente nos mercados relevantes analisados. Palavras-chave: Antitruste, Fusões, Diferenças em Diferenças, Indústria Farmacêuticapt_BR
dc.description.abstractAbstract: The main objective of this work was to do an ex-post evaluation of the Sanofi and Medley merger on competition in the Brazilian pharmaceutical market, which was the largest merger in the Brazilian pharmaceutical industry, in order to understand the effects that this merger had on consumers and the economic regulation of the pharmaceutical market. In addition, this research intends the improvement of decision-making in other similar mergers. To test these hypotheses, hand launches in the empirical analysis of a model of differences in differences (DD) using a two-stage approach (TENN, 2011; Thompson, 2011). The results of the empirical model demonstrate that the Sanofi did not achieve the desired goal of increasing and strengthening its market share. In general, the conclusion is that the economic group formed by the merger between Sanofi and Medley had a significant drop in market share. With regard to what happened to the antitrust remedy applied by CADE, as a condition for approval of the merger, it was different in the relevant markets analyzed. Keywords: Antitrust, Mergers, differences in differences, Pharmaceutical Industrypt_BR
dc.format.extent57 f. : il., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectCrescimento e desenvolvimento economicopt_BR
dc.subjectIndústria farmacêutica - Fusão e incorporaçãopt_BR
dc.subject.ddc338.83pt_BR
dc.titleAnálise retrospectiva do mercado de medicamentos após a fusão entre o laboratório Medley e o laboratório Sanofipt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record