Show simple item record

dc.contributor.advisorDiniz Filho, Luis Lopespt_BR
dc.contributor.authorCorreia, Marcos Antoniopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Terra. Programa de Pós-Graduação em Geografiapt_BR
dc.date.accessioned2015-06-18T16:39:07Z
dc.date.available2015-06-18T16:39:07Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/38216
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Luis Lopes Diniz Filhopt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Geografia. Defesa: Curitiba, 13/04/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referências : fls. 199-205pt_BR
dc.description.abstractResumo: A tese, "Doutrinação: a Influência do Pensamento Gramsciano na Geografia Crítica Escolar Brasileira", em síntese, procura demonstrar que a Geografia radical ou crítica escolar de matiz marxista, apresenta-se comprometida com ideologias que manifestam, prioritariamente, mote político em detrimento do científico. Ela vem eivada de doutrinação ideológica que se antepõe e altera o processo de produção e disseminação do conhecimento geográfico. O que abre precedente ao contraponto weberiano que diz: a ciência e o ensino não devem misturar-se ao político. Exibe evolução do pensamento gramsciano, sua elaboração pedagógica, bem como algumas categorias e conceitos pertinentes à tese, destacando conceitos de hegemonia, escola única, intelectuais, estado ampliado e sociedade civil. Mostra a prevalência da Geografia Crítica na educação brasileira, assim como traça breve evolução paradigmática da Geografia Acadêmica, seus antecedentes, seu caráter educativo e sua institucionalização no Brasil. Constata a influência de Antonio Gramsci na Geografia Crítica escolar brasileira, por meio de Análise de Conteúdo e forma de comunicação discursiva. Sistematiza Análises de Conteúdo, Documentos (de Bardin) e Impressões Discursivas na disciplina de Geografia, mediante discursos restritos (monólogo, diálogos e grupos restritos) e discursos abrangentes (comunicação de massa) presentes nas DCEs de Geografia do Estado do Paraná e conteúdos expressos nos livros didáticos de Geografia, além de impressões discursivas de professores e coordenadores técnico-pedagógicos de geografia. Estas, mediante fragmentos de conteúdos discursivos (Leitura Flutuante), mostram que a influência gramsciana ocorre nas entrelinhas, por meio de vários autores que muitas vezes não citam, mas usam de seu pensamento, seus temas, seus conceitos e suas categorias. PALAVRAS-CHAVE: Gramsci, Geografia Escolar Crítica, Ensino de Geografia, Doutrinação Ideológica, Ciência e Política na Educação.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The thesis, "Indoctrination: the influence of Gramscian thought in the Brazilian Geography Critical School", in short, seeks to show that the radical geography or school of Marxist criticism hue, presents committed to ideologies that manifest primarily political slogan at the expense of scientific. It is fraught with ideological indoctrination that prefixes and changes the process of production and dissemination of geographical knowledge, which opens a precedent to the weberian counterpoint that says: science and education should not mix to politics. It displays the evolution of Gramsci's thought, his pedagogical development and some categories and relevant concepts to the thesis, highlighting hegemony concepts, only school, intellectuals, expanded state and civil society. It shows the prevalence of the Critical Geography in the Brazilian education, as it traces a brief paradigmatic evolution of the Academic Geography, its history, its educational character and its institutionalization in Brazil.. It verifies the influence of Antonio Gramsci on the Brazilian school Critical Geography' through Content Analysis and discursive form of communication. It systematizes Content Analysis, Documents (Bardin) and Discursive Impressions in the discipline of Geography, before restricted discourse (monologue, dialogue, and restricted groups) and comprehensive discourses (mass communication) present in the Geography State of Paraná Policy (DCE) and content expressed in the Geography textbooks in addition to discourse impressions of teachers and Geography technical-pedagogical coordinators. These, by fragments of discursive content (Floating Reading) show that the Gramscian influence occurs between the lines by various authors who often do not cite this Sardinian Italian, but make use of his thought, his themes, concepts and categories. KEYWORDS: Gramsci, School Critical Geography, Geography Teaching, Ideological indoctrination, Science and Politics in Education.pt_BR
dc.format.extent232 f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectGeografiapt_BR
dc.titleDoutrinação : a influência do pensamento gramsciano na geografia crítica escolar brasileirapt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record