Show simple item record

dc.contributor.advisorOliveira, Valdomiro dept_BR
dc.contributor.authorSecco, Dulciléia Maria Envagelista Gobbopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2015-06-12T15:05:55Z
dc.date.available2015-06-12T15:05:55Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/38204
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Valdomiro de Oliveirapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 26/03/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referências : fls. 185-200pt_BR
dc.descriptionLinha de pesquisa: Cognição, aprendizagem e desenvolvimento humanopt_BR
dc.description.abstractResumo: O presente estudo teve por objetivo investigar a afetividade de atletas e técnicos no ambiente de treinamento de basquetebol escolar. De enfoque qualitativo e quantitativo, que se interligaram, todo o processo de pesquisa caracterizou-se do tipo exploratório descritivo. Partiu-se inicialmente de uma questão problema: Quais são as emoções e sentimentos que surgem nos treinamentos de basquetebol em atletas na faixa etária de 13 a 15 anos, que iniciam sua prática sistemática? A amostra compôs-se de um total de 128 participantes ? 117 atletas do ensino fundamental e médio de 13 a 15 anos e seus 11 respectivos técnicos, de oito instituições de Ensino público e privado de Curitiba, que participam de treinamentos regulares de basquetebol ofertados pelas suas instituições de ensino. Utilizou os seguintes instrumentos de coleta de dados: Questionário Sociodemográfico; Formulário de classificação de critério econômico; e instrumento para a apreensão de afetos Mapa afetivo (VIANA, 2009). A análise dos dados qualitativos, realizada por meio da análise de conteúdo de Bardin (2006), análise e construção dos Mapas Afetivos, segue a metodologia para a apreensão de afetos (BOMFIM, 2003; 2010). Os dados quantitativos foram trabalhados mediante a análise estatística descritiva com o uso do programa Statistical Package Social Sciences (SPSS versão 22). Em função dos resultados obtidos, entende-se que a afetividade no ambiente de treinamento exerce influência potencializadora na ação de atletas e técnicos durante suas atividades esportivas. Sobre as emoções e sentimentos, observou-se que os participantes apontam sentir de mane ira expressiva sentimentos positivos. Para identificar seu ambiente de treinamento, elaboraram as imagens de: Agradabilidade, Pertencimento, Atração e Contraste, todas denotando estima positiva ao ambiente em questão. Os resultados da investigação e identificação das emoções e sentimentos e a sua influência na afetividade podem permitir compreender como atletas e técnicos são afetados e afetam o ambiente de treinamento esportivo e sugerem a importância do incentivo à prática esportiva. Palavras-chave: Esporte. Afetividade. Treinamento. Emoções. Sentimentos. Escola.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This study aimed to investigate the affectivity of athletes and coaches of basketball in the school training environment. It was used a qualitative and quantitative approach, and the whole research process was characterized as exploratory descriptive. Initially it was presented a research problem question: What are the emotions and feelings that arise from athletes aged 13 to 15 in basketball training when beginning their systematic practice? The research sampled a total of 128 participants - 117 athletes from elementary and high school ranging from 13 to 15 years old and their 11 respective coaches. The eight public and private schools selected to this work offered students a regular basketball training program. It was used the following data collection instruments: sociodemographic questionnaire; Economic criteria form; and the instrument for the seizure of affection Affective Map. (VIANA, 2009). The qualitative data analysis was performed using Bardin content analysis, which is the analysis and the construction of Affective Maps, follows the methodology for the apprehension of affection (BOMFIM, 2003; 2010). The quantitative data were analyzed using descriptive statistical analyses such as the Statistical Package Social Sciences (SPSS). It was understood, because of the results, that the affectivity in the training environment has potential effect on athletes and coaches' performance during their sport activities. Regarding emotions and feelings, it was observed that the participants demonstrated their positive feelings much more expressively. As for the identification of their training environment, it was presented the images as follow: Agreeableness, Belonging, Attraction and Contrast. All of them denoted a positive esteem towards their individual environment. The results of this study regarding emotions, feelings and their influence on affectivity, permit to understand how athletes and coaches are affected and can affect sports training environment and, as well as it suggests the importance of encouraging sports. Keywords: Sport. Affectivity. Training. Emotions. Feelings. School.pt_BR
dc.format.extent298f. : il., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.titleA afetividade e o esporte escolar : um estudo com técnicos e atletas de basquetebol de 13 a 15 anospt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record