Show simple item record

dc.contributor.authorStentzler, Márcia Marlenept_BR
dc.contributor.otherBertucci, Liane Maria, 1960-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2020-08-07T15:11:11Z
dc.date.available2020-08-07T15:11:11Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/38171
dc.descriptionOrientadora: Profª Drª Liane Maria Bertuccipt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 27/03/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referências : fls. 157-178pt_BR
dc.description.abstractResumo: A formação de professores primários para as Escolas Isoladas Rurais constituiu-se em um dos grandes desafios para a sociedade e os governos das primeiras décadas do século XX. Entre 1928 e 1938, as Escolas Complementares e a Escola Normal Primária, que funcionaram anexas aos Grupos Escolares das cidades de Porto União (SC) e União da Vitória (PR), foram os principais estabelecimentos formadores de professores para as Escolas Primárias Rurais nas cidades fronteiriças, criadas com o fim da Guerra do Contestado, que dividiu, entre o Paraná e Santa Catarina, a cidade de Porto União da Vitória (PR). Pelo Acordo de Limites de 1916, a ferrovia tornou-se o marco divisório das novas cidades e também desses Estados. Em cada lado dos trilhos, organizou-se um aparelho escolar, subordinado a diferentes legislações, para a instrução primária e, a partir do final da década de 1920, também para a formação de complementaristas. Essa pesquisa foi organizada, buscando compreender em que medida as Escolas Complementares que existiram de ambos os lados da fronteira (e durante um curto período também a Escola Normal Primária, do lado catarinense) contribuíram para a conformação socioeducacional nos Municípios recém-criados de Porto União (SC) e União da Vitória (PR). A partir do estudo do processo de escolarização e de indícios sobre a organização social na área durante o final do século XIX e início do XX, esta tese delimita suas considerações sobre professores complementaristas e normalistas primários entre 1928/1929 quando foram criadas, com poucos meses de diferença, a Escola Complementar anexa ao Grupo Escolar Balduíno Cardoso em Porto União (SC) e a Escola Complementar anexa ao Grupo Escola Professor Serapião em União da Vitória (PR) e o ano de 1938, quando foi extinta a Escola Normal Primária de Porto União (SC) (reorganização da Escola Complementar em 1935) local, no qual vários paranaenses foram estudar ou já complementaristas ampliaram sua formação. Essas escolas marcaram, em ambas as cidades, o processo de escolarização de jovens egressos dos Grupos Escolares e de Escolas Isoladas que buscavam um meio, rápido e público de continuar os estudos e ampliar suas possibilidades de trabalho em uma região até poucos anos convulsionada por uma guerra. Defendemos que, além de sua importância no processo educacional da região, os complementaristas e normalistas primários, ainda como estudantes, concorreram tanto para integrar, como brasileiros, os moradores de uma área dividida entre dois estados e habitada por imigrantes e seus descendentes, quanto colaboraram, sutilmente, para a paulatina formação do sentimento de pertencimento ao Paraná ou a Santa Catarina, inclusive por terem suas ações profissionais pautadas por determinações específicas de cada Estado. As fontes pesquisadas para a realização deste estudo foram: as leis e decretos dos Estados do Paraná e Santa Catarina, documentos diversos sobre os Grupos Escolares Balduíno Cardoso de Porto União (SC) e Professor Serapião de União da Vitória (PR), jornais locais do período e relatos de memorialistas. O material foi localizado no Arquivo Público de Curitiba, Arquivo Público de Florianópolis, Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro e Núcleo de Catalogação em História da Educação (NUCATHE) da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), campus União da Vitória. Para a análise e construção do texto foram utilizados, principalmente, conceitos de moderno/modernização (Le Goff, 2003), representação (Chartier, 1990), experiência (Thompson, 1981, 1987, 1998), estratégia e tática (Certeau, 1998). Palavras-Chave: Escola Complementar; formação e trabalho de professores; processos socioeducacionais; fronteira.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The training of primary school teachers for Rural Isolated School consisted in a major challenge for society and governments of the early twentieth century. Between 1928 and 1938, the Complementary School and Primary Normal School, that worked annexed to School Groups from the cities of Porto União (SC) and União da Vitória (PR), were the main trainers establishments teachers for Rural Primary Schools in border cities, created for the purpose the Contestado War, which divided between Paraná and Santa Catarina, the city of Porto União da Vitória (PR). On the Limit Agreement 1916, the railroad became the watershed of the new cities and also those States. On each side of the tracks, organized a school system, subject to different laws for primary education and, from the end of the 1920s, also for the complementaristas formation. This research was organized seeking to understand what extent the Supplementary Schools that existed on both sides of the border (and for a short time also the Normal Primary School, side of Santa Catarina) contributed to the social and educational conformation in newly created municipalities of Porto União (SC) and União da Vitória (PR). From the study of the process of schooling and clues about the social organizations in the area during the late nineteenth and early twentieth centuries, this thesis defines its consideration of complementaristas teachers and primary normalistas between 1928/1929 when they were created, with a few months difference, Complementary School attached to the School Group Balduíno Cardoso in Porto União (SC) and Complementary School attached to the School Professor Group Serapião in União da Vitória (PR) and the year 1938, when it was extinguished Normal Primary School of Porto União (reorganization of Complementary School in 1935), location where many Paraná people were studying or already complementaristas expanded their training. These schools marked, in both cities, the educational process of young graduates of the School Groups and Schools Isolated, seeking a medium, fast and public to continue his studies and broaden their employment opportunities in a region convulsed by even a few years a war. We defend the thesis that in addition to its importance in the educational process in the region, the primary complementaristas and normalistas, even as students, contributed both to integrate , as Brazilians, residents of an area divided between two States and inhabited by immigrants and their descendants, as cooperating subtly, to the gradual formation of the feeling of belonging to the Paraná or Santa Catarina, including by having their professional actions that includes specific to each State determinations. Sources surveyed for this study were: the laws and decrees of Paraná and Santa Catarina States, many documents on the Schools Groups Balduíno Cardoso of Porto União (SC) and Professor Serapião of União da Vitória (PR), local newspapers of the period and memoir accounts. The material was located in the Curitiba Public Archives, Florianópolis Public Archives, National Library of Rio de Janeiro and Cataloguing Center History of Education (NUCATHE) of the State University of Paraná (Unespar), União da Vitória campus. For the analysis and construction of the text were used mainly modern / modernization of concepts (Le Goff, 2003), representation (Chartier, 1990), experience (Thompson, 1981, 1987, 1998), strategy and tactic (Certeau, 1998) Keywords: Complementary School; training and working teachers; socio-educational processes; border.pt_BR
dc.format.extent181 f. : il. algumas color.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.subjectEducaçao e sociedadept_BR
dc.subjectEscolas ruraispt_BR
dc.subjectProfessores e comunidadept_BR
dc.subjectProfessores - Formação - Séc. XXpt_BR
dc.titleEntre questões lindeiras e a superação de fronteiras : a escola complementar em Porto União (SC) e União da Vitória (PR), 1928-1938pt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record