Show simple item record

dc.contributor.authorCampos, Breno Menezes dept_BR
dc.contributor.otherCarvalho, Paulo Cesar de Facciopt_BR
dc.contributor.otherMoraes, Anibal de, 1956-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Agronomiapt_BR
dc.date.accessioned2015-05-13T17:13:38Z
dc.date.available2015-05-13T17:13:38Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/37994
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Paulo C. de Faccio Carvalhopt_BR
dc.descriptionCo-orientador : Prof. Dr. Aníbal de Moraespt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Agronomia. Defesa: Curitiba, 25/02/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Produção vegetalpt_BR
dc.description.abstractResumo: Os Sistemas Integrados de Produção Agropecuária (SIPA) combinam ciclos de agricultura com ciclos de pecuária na mesma área, promovem a ciclagem de nutrientes e o uso eficiente do solo com reflexos positivos na produtividade e sustentabilidade do sistema. A utilização do azevém anual em SIPA se destaca no ambiente subtropical pois possui boas características produtivas e nutritivas. A espécie inicia a emergência antes da colheita das culturas de verão, nas entrelinhas de soja ou milho, e ainda permite, quando bem manejado, se estabelecer por ressemeadura natural o que diminui os custos com a semeadura do pasto. A rotação de culturas de verão com pastagens de inverno ajudam na quebra de ciclo de pragas, de doenças, ciclo de plantas daninhas, reduz o custo de produção além de aumentar os resultados econômicos e ambientais. Todavia, existem influências da fase pasto sobre a fase lavoura e da lavoura sobre o pasto, sendo necessário, dentro do SIPA, entender os impactos das produções integradas. As diferentes combinações de culturas de verão precedentes a cultura de inverno (azevém anual) podem influenciar o estabelecimento do pasto, tanto pela competição entre plantas como pela quantidade de resíduo depositada pelas lavouras no sistema. Este trabalho teve objetivou avaliar a influência do resíduo das culturas de verão (milho e soja) sobre o estabelecimento do azevém anual em ressemeadura natural. O experimento foi realizado na Estação Experimental Agronômica da UFRGS (Eldorado do Sul - RS). O delineamento utilizado foi em blocos completamente casualizados, com quatro repetições, em arranjo fatorial 2x2x2. Os tratamentos constituíram-se em duas intensidades de pastejo (baixa e moderada), duas culturas precedentes (milho e soja) e dois tratamentos do resíduo das culturas de verão (com resíduo e sem resíduo). As variáveis avaliadas foram a matéria seca residual das culturas de soja e milho, massa de forragem (MF), a densidade populacional de perfilhos (DPP) e a evolução das alturas do pasto durante a fase de estabelecimento. Essas avaliações foram realizadas a cada 15 dias, totalizando cinco avaliações, até o início do pastejo. Houve efeito significativo entre as culturas de verão (milho e soja) sobre a quantidade de resíduo (P<0,001). Durante a fase de estabelecimento do pasto houve efeito (P<0,05) da presença ou não de resíduo, da intensidade de pastejo e das culturas precedentes de verão (milho e soja) na MF. A DPP foi influenciada somente pela presença do resíduo (P<0,05). A altura apresentou efeito da cultura precedente e uma interação entre intensidade de pastejo e resíduo (P<0,05). Ao fim da fase de estabelecimento do azevém anual tanto a MF como a DPP tiveram efeito somente das intensidades de pastejo (P<0,05). Já a altura nesta mesma fase foi afetada pela intensidade de pastejo e cultura precedente (P<0,05). As culturas de verão (milho e soja) e os seus resíduos afetam o azevém anual de ressemeadura natural durante a fase de estabelecimento. No final da fase de estabelecimento do pasto não existem efeitos das culturas de verão e de seus resíduos. A intensidade de pastejo influencia no estabelecimento sendo que os pastos manejados em baixas intensidades de pastejo resultam em um estabelecimento mais rápido no ano seguinte, comparado a pastos manejados com moderada intensidade de pastejo. Palavras-chave: Lolium multiflorum Lam, ressemeadura, densidade de perfilhos, intensidade de pastejo, massa de forragem, altura do pasto.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The integrated crop-livestock systems (ICLS) combine agriculture with livestock cycles in the same area, promote nutrient cycling and efficient land use with positive effects on productivity and sustainability of the system. The use of annual ryegrass in ICLS stands out in the subtropical environment because it has good production and nutritional characteristics. The species starts emergency before summer harvest, during the between-harvest period of soybeans or corn, and still allows, when well-managed, be established by self-seeding which reduces the cost of sowing pasture. The rotation of summer crops with winter pastures help in breaking pest cycle, diseases, weed cycle, reduces the cost of production and increase the economic and environmental results. However, there are influences pasture phase of the crop stage and the crop on the pasture, being necessary, within the ICLS, understand the impacts of integrated production. Different combinations of the summer crops previous to the winter crop (annual ryegrass) may influence the pasture establishment, either by the competition among plants and the quantity of crop residue deposited in the system. This study was aimed to evaluate the influence of the residue of summer crops (corn and soybeans) on the establishment of annual ryegrass by self-seed. The experiment was conducted at the Agricultural Experimental Station UFRGS (Eldorado do Sul - RS). The long-term experimental protocol consists in four replicates of 2x2x2 factorial arrangement. The treatments were two grazing intensity (low and moderate), two previous crops (corn and soybeans) and two treatments of the residue of summer crops (with residue and without residue). It was determined the residual dry matter of soybean and corn, forage mass, the tiller density and the evolution of sward heights during the establishment phase. These evaluations were performed every 15 days, totaling five evaluations until the beginning of grazing. Significant effects between summer crops (corn and soybean) on the amount of residue (P <0.001). During the pasture establishment phase was effect (P <0.05) in the presence or absence of residue, from the grazing intensity and summer crops (corn and soybean) in forage mass. Tiller density was only influenced by the presence of the residue (P <0.05). The height of the previous culture had an effect and interaction between grazing intensity and residue (P <0.05). The height at the same stage was affected by grazing intensity and previous culture (P <0.05). The summer crops (corn and soybeans) and their residues affect the annual ryegrass by self-seed during the establishment phase. At the end of pasture establishment phase there are no effects of summer crops and their residue. The grazing intensity influences the establishment of which the swards grazed at low grazing intensities result in faster establishment the following year, compared to pastures managed with moderate grazing intensity. Keywords: Lolium multiflorum Lam, self-seed, tiller density, grazing intensity, forage mass, sward height.pt_BR
dc.format.extent53f. : il., tabs., grafs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectAgronomiapt_BR
dc.titleEstabelecimento do azevém anual em sistemas integrados de produção agropecuária : implicações do resíduo da lavouras de soja e milhopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record