Show simple item record

dc.contributor.authorSouza, Pollyanna Bahls dept_BR
dc.contributor.otherPeres, Aida Marispt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Enfermagempt_BR
dc.date.accessioned2015-03-19T18:17:29Z
dc.date.available2015-03-19T18:17:29Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/37334
dc.descriptionOrientadora: Profª Drª Aida Maris Perespt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Defesa: Curitiba, 18/12/2014pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: SOUZA, P.B. Mapeamento de competências de enfermeiros gerentes de um hospital de ensino. 2014. 141 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem). Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2014. Para a consecução dos objetivos das organizações, é necessário o desenvolvimento de competências nos níveis individual e organizacional. Nesse sentido, o estudo teve como objetivos identificar as competências necessárias ao trabalho do enfermeiro gerente na perspectiva institucional, apreender as competências desenvolvidas por enfermeiros gerentes no seu processo de trabalho, e caracterizar o gap entre as competências existentes no trabalho de enfermeiros gerentes e aquelas apreendidas como necessárias. Trata-se de um estudo de abordagem qualiquantitativa, do tipo exploratório descritivo com coleta de dados por documentos institucionais e entrevistas com onze enfermeiros que ocupavam cargo de gerência em um hospital de ensino no Sul do Brasil. Utilizou-se o referencial metodológico de Brandão (2012) para realizar o mapeamento de competências. A primeira etapa buscou identificar as competências necessárias para o desenvolvimento do papel gerencial do enfermeiro. Para isso, foram utilizados documentos institucionais com a descrição de atribuições de coordenadores de área e supervisores noturnos e fichas de avaliação de desempenho desses profissionais. As competências analisadas foram pré-estabelecidas considerando os resultados de um estudo do Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (2008). Na segunda etapa, foram realizadas entrevistas com os enfermeiros gerentes, com o objetivo de identificar as competências existentes em seu trabalho. O processamento e análise de dados das entrevistas foram apoiados pelo software IRAMUTEQ, que realiza análise lexical. Esse processo resultou em seis classes, denominadas rotina gerencial, percepção frente às competências gerenciais, atitude gerencial, presença gerencial na unidade, habilidade gerencial, e conhecimento gerencial. A leitura das palavras de cada classe também permitiu identificar as onze competências pré-estabelecidas. A terceira etapa constituiu-se do mapeamento de competências. Para tanto, foram utilizados os percentuais das competências descritas como necessárias pelos documentos institucionais e os das competências existentes, relatadas pelos entrevistados. Identificaram-se dois tipos de gaps entre as competências: os positivos - definidos quando os enfermeiros desenvolvem competências além do que lhes são solicitadas institucionalmente - e os negativos - caracterizado quando os entrevistados relataram desenvolver menos competências do que esperado pela instituição. As competências de comunicação, relacionamento interpessoal, flexibilidade, empreendedorismo, criatividade e visão sistêmica apresentaram gap positivo. Já liderança, tomada de decisão, negociação, trabalho em equipe e planejamento e organização demonstraram um gap negativo. A identificação dos gaps após o mapeamento de competências permite o planejamento de estratégias a fim de reduzir as discrepâncias entre as competências necessárias à consecução dos objetivos organizacionais e aquelas disponíveis na organização. Palavras-chave: Enfermagem; Competência profissional; Gerenciamento da prática profissional; Pesquisa em administração em enfermagem.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: SOUZA, P.B. Mapping the competences of manager nurses of a teaching hospital. 2014. 141 f. Dissertation (Master„s degree in Nursing) Postgraduate Program in Nursing, Federal University of Paraná, Curitiba, 2014. To aim the achievement of organization.s goals, it is necessary to develop competences in different levels, individual and organizational. In this way, the aim of this study had as goals to identify skills needed by the manager nurse on an institutional perspective, to seize the skills developed by manager nurses on their work procedure; and to describe the gap between the present skills in the job of manager nurses and those seized as necessary. This study attended to a qualiquantitative approach, a kind of exploratory-descriptive study, and used as data collection institutional documents and interviews with eleven nurses who developed managerial position in a hospital institution in the south of Brazil. It was used Brandão (2012) as a methodological referential to accomplishthe map of competences.The first stage was to identify the necessary competences to develop the managerial role of the nurse, for this purpose, it was used institutional documents of tasks of area coordinator and night-time supervisors and the evaluation form development of these professionals. The competences analysed were pre-arranged, considering a research.s resultsdescribed by Nursing Regional Council of São Paulo (2008). In the second stage, manager nurses were interviewed , aiming to identify the existence competences in their function. The procedure and data analysis were supported by software IRAMUTEC, which carries out the lexical analysis. This procedure came out on six classes, which are managerial routine, insight on managerial competences, management attitudes, managerial attendance at the health unit, managerial ability and management knowledge. Reading the words in each part also allowed the identification of eleven pre-established competences. The third stage made up the mapping of competences. For that, it was used the value of competences described as necessary by institutional documents and the values of the existence competences, reported by the interviewee. Two kinds of gaps were identified among the competences: the positive one - defined when the nurses develop competences beyond what is requested by the institution; and the negative - characterized when the interviewee reported the development of less competences than what is expected by the institution. The communication competences, interpersonal relationship, flexibility, entrepreneurship, creativity and systemic view showed positive gap. Nevertheless, leadership and decision making showed negative gap. The gap.s identification after mapping competences allows the planning of strategies in order to reduce the discrepancy between the necessary competences to the organizational goals achievement and those that are already available in the organization. Keywords: Nursing; Professional Competence; Management of the professional practice; Research on nursing administration.pt_BR
dc.format.extent142f. : il. algumas color., grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectEnfermagempt_BR
dc.titleMapeamento de competências de enfermeiros gerentes de um Hospital de Ensinopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record