Show simple item record

dc.contributor.advisorCravo, Marco Aurelio de Quadros, 1939-pt_BR
dc.contributor.authorMarchesini, João Batista, 1941-pt_BR
dc.contributor.otherMalafaia, Osvaldo, 1944-pt_BR
dc.contributor.otherLoddo, Giovanni, 1945-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúdept_BR
dc.date.accessioned2019-05-29T19:51:07Z
dc.date.available2019-05-29T19:51:07Z
dc.date.issued1995pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/37188
dc.descriptionOrientador: Marco Aurelio de Quadros Cravopt_BR
dc.descriptionCo-orientadores: Osvaldo Malafaia, Giovanni Loddopt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federaldo Parana, Setor de Ciencias da Saudept_BR
dc.description.abstractResumo: A angiogênese é a capacidade de neoformação vascular de um determinado tecido. As neoplasias malignas dependem da angiogênese para o seu crescimento, invasão e formação de metástases. Este fenômeno é estimulado pelas células neoplásicas através de substância denominada Fator de Angiogênese Tumoral. Não é um fenômeno particular destas lesões. A angiogênese também ocorre de outras maneiras como em tecidos inflamatórios, em regeneração e em crescimento. O número exuberante de células endoteliais e vasos neoformados em certos tumores como os de mama, pulmão e próstata, entre outros, pode determinar a agressividade da lesão e seu prognóstico, assim como, o estabelecimento de terapêutica coadjuvante. Pesquisas sobre fatores anti-angiogênese tem sido feitas no sentido de ofertar novas perspectivas de tratamento para o câncer. No que diz respeito ao câncer colo-retal muito pouco tem sido publicado. A presente monografia tentou demonstrar se houve ou não correlação entre o número de células endoteliais e de vasos sangüíneos neoformados e o prognóstico da lesão quando usados os parâmetros da gradação de diferenciação tumoral, pela classificação de Broders e estadiamento tumoral, pela classificação de Dukes. As afirmativas publicadas na literatura médica quanto a utilidade da avaliação da angiogênese para o câncer de mama, pulmão e próstata não são aplicáveis ao câncer de cólons e reto. Não houve correlação entre a angiogênese tumoral, avaliada pela contagem de células endoteliais e vasos sangüíneos neoformados, a diferenciação tumoral, avaliada pela classificação de Broders e o estadiamento da lesão, utilizando-se a classificação de Dukes. Em neoplasias malignas, há indícios de que a víscera ôca tenha comportamento diferente dos órgãos sólidos quanto a neoformação vascular.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Angiogenesis is the ability of vascular neoformation of a given tissue. Malignant neoplasms depend on the angiogenesis for their growth, invasion and metastasis formation. The neoplastic cells stimulate such phenomenon through a substance named Tumor Angiogenic Factor. Angiogenesis is not a particular phenomenon of malignant tumors. It occurs also in inflammatory tissues, as well as, during growing or tissue regeneration. The increased number of endothelial cells or newly formed blood vessels in malignant lesions such as in breast, lung or prostate maintains a strong correlation with the disease aggressiveness, prognosis and indication for adjuvant cancer treatment. Research on anti-angiogenic substances have been done to improve cancer therapy. Very little has been published about angiogenesis and colo-rectal cancer. The present study tried to establish eventual correlation among the number of endothelial cells and blood vessels in such neoplasms, tumor grading through Broders classification and tumor staging, using Dukes classification. The same statements, as far as angiogenesis is concerned, published in the medical literature, for breast, lung and prostate cancer are not applied for colo-rectal malignant neoplasms. It was not possible to establish a correlation among number of endothelial cells and blood vessels, tumor grading and pathological staging through Broders and Dukes classifications respectively. There is a possibility that the angiogenesis behaves differently in a hollow viscous when compared with solid organs.pt_BR
dc.format.extent67f. : il.color. ; 30 cm.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectNeovascularizaçãopt_BR
dc.titleAngiogenese e cancer dos colons e reto : correlação entre a intensidade da angiogenese tumoral, o estadiamento da neoplasia pela classificação de Dukes e a diferenciação de Broderspt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record