Show simple item record

dc.contributor.authorPérico, Guilhermept_BR
dc.contributor.otherFill, Heinz Dieter Oskar August, 1937-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Tecnologia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Recursos Hídricos e Ambientalpt_BR
dc.date.accessioned2015-01-14T11:36:25Z
dc.date.available2015-01-14T11:36:25Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/36973
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Heinz Dieter O. A. Fillpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Tecnologia, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Recursos Hídricos e Ambiental. Defesa: Curitiba, 06/06/2014pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Engenharia de recursos hídricospt_BR
dc.description.abstractResumo: O presente trabalho procura analisar os efeitos de reservatórios de regularização na expansão de um sistema hidrelétrico sobre os ganhos de energia garantida e comparar estes efeitos com uma expansão a fio d’água. O problema é analisado através de um estudo de caso considerando três usinas na região amazônica atualmente em construção. Três cenários de expansão são analisados: (1) usinas a fio d’água, (2) regularização sazonal e (3) regularização plurianual. Dois sistemas-base em relação aos quais os ganhos energéticos são considerados: (1) o Sistema Interligado Nacional (SIN) e (2) o Sistema Sul-Sudeste. O método da energia natural será utilizado em todas as avaliações considerando sempre a integração elétrica perfeita dos sistemas. A contribuição de usinas térmicas não foi considerada neste estudo. A análise considera para a avaliação da energia garantida tanto o método Monte Carlo usando séries sintéticas de energia afluente como também a teoria estocástica dos reservatórios. Além da avaliação probabilística verifica-se também o impacto da regularização sobre a energia firma associada à série histórica. No caso da energia firme associada à série histórica do SIN obteve-se um ganho da energia incremental igual a 24,8% para regularização sazonal e 3,3% adicionais para regularização plurianual, em relação à expansão por usinas a fio d’água. O caso do Sistema S/SE estes ganhos foram de 20,1% e 4,0% respectivamente. A análise probabilística foi efetuada utilizando-se dois métodos baseados na teoria estocástica dos reservatórios além de uma avaliação pelo método de Monte Carlo. Considerando-se um tempo de retorno de 45 anos obteve-se pelo método de Monte Carlo ganho de 24,2% para regularização sazonal e 5,8% para plurianual no caso do SIN e 23,7% e 3,9% para o S/SE. Os ganhos estimados pela teoria estocástica dos reservatórios são equivalentes, o que comprova a independência dos resultados do método adotado. Entretanto, há de se considerar que pela magnitude dos rios envolvidos (Xingu e Madeira) o tamanho físico dos reservatórios necessários é bastante grande (37.250 Hm³ no Xingu e 130.250 Hm³ no Madeira) o que, de fato, cria impactos ambientais consideráveis.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The purpose of this thesis is to analyze the effect of regulation reservoirs on the dependable energy during the expansion of a hydroelectric system opposed to an expansion based on run-of-river plants. The problem is analyzed via a case study considering three large hydroelectric projects in the Amazon region. Three scenarios are considered, namely (1) run-of-river plants, (2) seasonal within year regulation and (3) over year regulation. Two base systems are analyzed: The National Interconnected System (SIN) and the South- Southeast System (S/SE). All evaluations use the natural energy hydrograph method. Thermal plants are not considered. The estimate of dependable energy uses both the Monte Carlo method and stochastic reservoir theory. Firm energy based on the observed flows is also evaluated for comparison. For SIN and firm energy there is a gain of 24,8% for seasonal regulation relative to run-of-river plants and for over year regulation an additional 2,4% is added. For S/SE those figures are 20,1% and 4,0% respectively. The probabilistic analysis uses two methods based on stochastic reservoir theory and additionally an evaluation by Monte Carlo simulation. For a return period of 45 years the Monte Carlo simulation shows a gain for seasonal regulation is 24,2% and additional 5,8% for SIN and 23,7% and 3,9% for S/SE. The results for stochastic reservoir theory methods are similar within acceptable errors. This shows the equivalence of the different probabilistic methods for dependable energy evaluation. However, we should also consider that the magnitude of the rivers involved (Xingu and Madeira) the physical size of the reservoirs needed is quite large (37.250 hm³ the Xingu and the Madeira 130.250 hm³) which, in fact, creates significant environmental impacts.pt_BR
dc.format.extent175f. : il., grafs., tabs., maps.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectRecursos hídricospt_BR
dc.titleAvaliação estocástica dos efeitos de reservatórios na expansão de um sistema hidrelétricopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record