Show simple item record

dc.contributor.authorMaschio, Wagnerpt_BR
dc.contributor.otherBrown, George Gardnerpt_BR
dc.contributor.otherVezzani, Fabiane Machadopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solopt_BR
dc.date.accessioned2015-01-14T12:28:14Z
dc.date.available2015-01-14T12:28:14Z
dc.date.issued2012pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/36970
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. George Gardner Brownpt_BR
dc.descriptionCo-orientadora: Profª. Drª. Fabiane Machado Vezzanipt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo. Defesa: Curitiba, 30/08/2012pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.descriptionArea de concentração : Solo e ambientept_BR
dc.description.abstractResumo: Os reflorestamentos cumprem um papel importante no desenvolvimento sócioeconômico do País em nível regional e nacional. Sabe-se que a cobertura florestal pode afetar a composição da fauna edáfica, incluindo as espécies de minhocas, devido à sua sensibilidade às condições ambientais. Os plantios florestais podem aumentar as populações da macrofauna do solo, entre elas, as minhocas, porém, existem poucos dados sobre o assunto no país, e desconhecem-se os efeitos das minhocas sobre o crescimento de essências florestais. Portanto, este trabalho avaliou, em duas ocasiões (2010 e 2012), a densidade e diversidade de minhocas em cinco plantios de Eucaliptos na Embrapa Florestas – Colombo (PR): três plantios de Eucalyptus dunnii, denominados EDI, EDII e EDIII com 30 a 31 anos de idade, um plantio de eucalipto misto (EM) de 26 anos, sobre Cambissolos distróficos (húmicos e háplicos), um plantio de Eucalyptus benthamii (EB) com 28 anos, sobre Latossolo Bruno distrófico. Coletaram-se cinco monólitos de 40x40 cm até 20 cm de profundidade, em cada área, e avaliaram-se as propriedades do solo de cada plantio, visando estudar as relações das populações de minhocas com parâmetros físicoquímicos edáficos. Além disso, avaliou-se, em casa de vegetação, o crescimento de mudas de três espécies de Eucaliptos (E. dunnii, E. grandis e E. benthamii) na presença e ausência de minhocas (quatro Pontoscolex corethrurus ou duas Amynthas gracilis por vaso), após cinquenta dias. Nos plantios de Eucaliptos, encontraram-se seis espécies de minhocas (P. corethrurus, A. gracilis, A. corticis, Metaphire schmardae, Fimoscolex sp. e Glossoscolex sp.), mas predominou a espécie P. corethrurus, representando >95% do total de indivíduos coletados em ambas as datas. Somente nos plantios de E. benthamii sob Latossolos, não dominou essa espécie, mas sim as nativas Glossoscolex sp. e Fimoscolex sp. Em casa de vegetação a espécie E. dunnii apresentou crescimento mais rápido que E. grandis e E. benthamii. A inoculação do solo com minhocas promoveu o crescimento das mudas de Eucalyptus benthamii (com P. corethrurus) e E. grandis (com A. gracilis), mas não teve efeito significativo sobre o crescimento de E. dunnii. Houve mortalidade completa de P. corethrurus, mas apenas 10% das A. gracilis morreram no final do ensaio. Outros ensaios ainda são necessários, portanto, para esclarecerem os mecanismos dos efeitos dessas espécies sobre o crescimento dos eucaliptos em casa de vegetação. Palavras-chave: Banco de sementes, plantios florestais, oligoquetas terrestres.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Reforestation has an important role in the socio-economic development of Brazil at regional and national levels. It is known that forest cover can affect the composition of edaphic fauna, including species of worms, due of their sensitivity to environmental conditions. These plantations can increase populations of soil macrofauna, among them, earthworms, but there is little data on the subject in the country, and the effects of earthworms on the growth of forest species are unknown. Therefore, this study evaluated on two occasions (2010 and 2012), the abundance and diversity of earthworms in five Eucalyptus plantations at Embrapa Florestas - Colombo (PR): three Eucalyptus dunnii, called EDI, EDII and EDIII with 30 to 31 years of age, a mixed planting of eucalyptus (EM) 26 yr old on dystrophic (humic and Haplic) Cambisols, and a Eucalyptus benthamii plantation (EB) 28 years old on a dystrophic Oxisol. Five monoliths (40x40 cm up to 20 cm depth) were collected in each area, and the properties of soil evaluated in each plantation, to study the relationships of earthworm populations with edaphic physico-chemical parameters. Furthermore, in a greenhouse seedling growth of three species of Eucalyptus (E. dunnii, E. grandis and E. benthamii) were evaluated in the presence and absence of earthworms (Pontoscolex corethrurus or Amynthas gracilis), after fifty days. In the Eucalyptus plantations, six species of earthworms (P. corethrurus, A. gracilis, A. corticis, Metaphire schmardae, Fimoscolex sp. Glossoscolex sp.) were found, but the predominant species P. corethrurus, represented >95% of all individuals collected on both dates. Only in E. benthamii under Oxisols, this species did not dominate; rather the native Glossoscolex and Fimoscolex sp. were dominant. In the greenhouse E. dunnii grew faster than E. grandis and E. benthamii. Inoculation of soil with earthworms promoted the growth of seedlings of E. benthamii (with P. corethrurus) and E. grandis (with A. gracilis), but had no significant effect on the growth of E. dunnii. There was complete mortality of P. corethrurus, but only 10% of A. gracilis died at the end of the trial. Other trials are still needed, therefore, to clarify the mechanisms of the effects of these species on the growth of eucalyptus trees in the greenhouse. Keywords: Forest plantations and terrestrial oligochaetes. 2pt_BR
dc.format.extent47f. : il. algumas color., grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectCiencia do solopt_BR
dc.titlePopulações de minhocas em plantios de Eucalyptus SPP. E efeitos de Pontoscolex corethrurus (Glossoscolecidae) E Amynthas gracilis (Megascolecidae) sobre o crescimento de mudas de Eucalyptus SPP. em casa de vegetaçãopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record