Show simple item record

dc.contributor.advisorMonteiro-Filho, Emygdio Leite de Araujo, 1957-pt_BR
dc.contributor.authorMagezi, Gabriel Shimokawapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Zoologiapt_BR
dc.date.accessioned2015-01-20T12:14:00Z
dc.date.available2015-01-20T12:14:00Z
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/36936
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Emygdio de Araújo Monteiro-Filhopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Zoologia. Defesa: Curitiba, 26/02/2013pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.descriptionArea de concentração: Zoologiapt_BR
dc.description.abstractResumo: A capacidade da onça-parda (Puma concolor) de explorar diversas espécies de presas por todo o Continente Americano é que faz deste felino um dos predadores mais oportunistas dentre os mamíferos carnívoros. Durante o período de março a outubro de 2009 e março de 2011 a maio de 2012 foram coletadas todas as amostras de fezes pertencentes a P. concolor encontradas nas trilhas e estradas da Reserva Natural Morro da Mina (RNMM) e Reserva Natural Rio Cachoeira (RNRC) com o objetivo de descrever os principais itens que compõem a sua dieta, bem como verificar as variações sazonais e a especialidade da dieta em áreas de Floresta Atlântica costeira, no litoral norte do Estado do Paraná. Os itens alimentares passíveis de identificação foram comparados com materiais depositados em coleções científicas de museus, e quando necessário foi realizado a análise microscópica das estruturas cuticulares e medulares dos pelos-guarda das presas encontradas nas fezes. Foram analisadas 70 amostras fecais de P. concolor e reconhecidos 12 taxons. Os mamíferos estavam presentes em 100% das amostras, sendo o cateto (Tayassu tajacu) a principal presa consumida correspondendo a 40% da dieta, seguidos pela capivara (Hydrochoerus hydrochaeris) (21,4%) e pelo tatu-galinha (Dasypus novemcinctus) (17%). Somados, estas presas corresponderam a 86,7% da biomassa consumida. A amplitude de nicho trófico (Bp) do felino foi de 0,27 indicando uma tendência à dieta mais especialista. Os resultados obtidos neste estudo sugerem que a onça-parda forrageia tanto seletiva como oportunisticamente e, as diferenças encontradas na dieta da espécie entre as diferentes regiões de sua distribuição dependem fortemente da disponibilidade, abundância e vulnerabilidade das presas. Ainda, foi hipotetizado que na ausência da onça-pintada (Panthera onca) nas regiões estudadas, P. concolor apresentaria uma dieta mais concentrada em presas de maior porte. Palavras-chave: Dieta, Floresta Atlântica, amostras fecais, felídeos, Tayassu tajacu.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The puma’s capacity to explore various prey species throughout the America Continent is what makes this feline one of the more opportunistic predators among carnivorous mammals. During the period from March to October 2009 and March 2011 to May 2012 were collected all fecal samples belonging to P. concolor found on the trails and roads of the Morro da Mina Natural Reserve (MMNR) and Rio Cachoeira Natural Reserve (RCNR) in order to describe the main items that composes it’s diet and check the seasonal and speciality of the diet in coastal areas of the Atlantic Forest, on the north coast of the state of Paraná. Food items which could be identified were compared with materials deposited in scientific collections of museums, and when necessary was performed microscopic analysis of cuticular and medular structures of the guard-hairs of prey found in fecal samples . Were analyzed 70 fecal samples of P. concolor and were recognized 12 taxa. The mammals were present in 100% of the samples, and the collared peccarie (Tayassu tajacu) was the main prey consumed corresponding to 40% of the diet, followed by capybara (Hydrochoerus hydrochaeris) (21.4%) and armadillo (Dasypus novemcinctus) (17%). Together, these preys accounted for 86.7% of the biomass consumed. The trophic niche breadth (Bsta) of feline was 0.27 indicating a trend toward more specialized feeding. The results of this study suggest that the puma forages selectively and opportunistically, and the differences in diet between the species of different regions of their distribution strongly depend on the availability, abundance and vulnerability of prey. Yet, it was hypothesized that in the absence of the jaguar (Panthera onca) in the regions studied, P. concolor present a diet more concentrated in larger preys. Key words: Diet, Atlantic Forest, Fecal Samples, Felids, Tayassu tajacu.pt_BR
dc.format.extent83f. : il. algumas color., tabs., grafs., maps.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectFelideopt_BR
dc.subjectAnimais - Alimentospt_BR
dc.subjectZoologiapt_BR
dc.titleDieta de felideos silvestres em áreas de Floresta Atlântica Costeira, litoral Norte do Estado do Paranápt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record