Show simple item record

dc.contributor.advisorMogor, Átila Franciscopt_BR
dc.contributor.authorRöder, Cinthiapt_BR
dc.contributor.otherKoehler, Henrique Soares, 1953-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Agronomia - Produção Vegetalpt_BR
dc.date.accessioned2021-05-26T17:42:48Z
dc.date.available2021-05-26T17:42:48Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/36927
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Átila Francisco Mógorpt_BR
dc.descriptionCo-orientadoro : Prof. Dr. Henrique Soares Koehlerpt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Agronomia. Defesa: Curitiba, 16/09/2014pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Produção vegetalpt_BR
dc.description.abstractResumo: A batata é um alimento cada vez mais importante, ocupando o quarto lugar entre os mais consumidos no mundo, com destaque no agronegócio brasileiro ao ser a olerícola de maior importância econômica. Entretanto, no seu cultivo as doses de fertilizantes normalmente são elevadas, aumentando o custo de produção e os riscos ambientais. Assim, entre os desafios para a sua produção, está o estabelecimento de sistemas agrícolas sustentáveis, evidenciando o sistema orgânico como importante alternativa. Neste contexto, se faz necessário a utilização de produtos que estejam em conformidade com a legislação da produção orgânica, proporcionando aumentos de produtividade e qualidade, com baixo custo de produção e sem agredir o meio ambiente. A utilização de produtos de origem biológica, como fermentados bacterianos contendo aminoácidos, pode ser alternativa sustentável para o aumento da produção de batatas. Assim, neste trabalho buscou-se avaliar o efeito da utilização de um fermentado bacteriano contendo 30% do aminoácido ácido L- glutâmico na produtividade de batata ‘Cristal’ em sistema orgânico, por dois anos consecutivos, bem como, em variáveis bioquímicas das folhas das plantas de batata. Os tratamentos foram compostos de aplicações foliares de soluções com diferentes doses do fermentado (0,00; 0,03; 0,06; 0,11 e 0,22 L ha-1). O aumento na produtividade total e comercial nos dois anos de cultivo, alterações no acúmulo de massa seca, na taxa de crescimento relativo e taxa assimilatória líquida, bem como, alterações nas concentrações de clorofila a, b e total, na atividade da enzima nitrato redutase (EC 1.6.6.1) e no teor de proteínas totais solúveis das folhas, indicaram que o fermentado bacteriano contendo 30% do aminoácido ácido L-glutâmico atuou no acúmulo de biomassa da parte aérea e na translocação de fotoassimilados aos tubérculos, em função da sua absorção foliar e atuação no metabolismo das plantas, com destaque para a dose de 0,06 L ha-1. Os resultados obtidos indicam que o fermentado bacteriano pode ser considerado um biofertilizante, ao conter componente ativo capaz de atuar, sobre o todo ou parte das plantas cultivadas, aumentando a produção. Palavras-chave: Solanum tuberosum L, biofertilizante, aminoácidos, nitrato redutasept_BR
dc.description.abstractAbstract: The potato is an increasingly important food, the fourth among the most consumed in the world, with great importance on Brazilian agribusiness being the most economically important vegetable crop. However, the fertilizers doses in the cultivation are normally high, increasing the production cost and environmental risks. Thus, among the challenges for its production, is the establishment of sustainable agricultural systems, highlighting the organic system as an important alternative. In this context, the use of products that comply with the rules of organic production, providing increased productivity and quality, with low production cost and without harming the environment is necessary. The use of products of biological origin, containing amino acids as bacterial fermentations, can be a sustainable alternative for increasing the production of potatoes. Thus, this study sought to evaluate the effect of using a bacterial fermented containing 30% of the amino acid L-glutamic acid on the productivity of potato 'Crystal' in an organic system for two consecutive years, as well as, on biochemical variables of potato plants leaves. The treatments consisted of foliar application of solutions with different doses of fermented (0.00; 0.03; 0.06; 0.11 and 0.22 L ha-1). The increase in total and marketable yield in both years of cultivation, the changes in dry matter accumulation, in the relative growth rate and net assimilation rate, as well as, changes in the concentrations of chlorophyll a, b and total, in the activity of the enzyme nitrate reductase (EC 1.6.6.1) and in total soluble protein of leaves, indicate that bacterial fermentation containing 30% of the amino acid L-glutamic operates in the accumulation of biomass and translocation of assimilates to the tubers, related their foliar absorption and activity on plant metabolism, especially at the dose of 0.06 L ha-1. The results indicate that the bacterial fermented can be regarded as a biofertilizer, containing an active component able to act on all or on part of the cultivated plants, thus increasing production. Key words: Solanum tuberosum L, biofertilizer, amino acid, nitrate redutasept_BR
dc.format.extent108f. : il. algumas color, grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectAgronomiapt_BR
dc.subjectBatata - Cultivopt_BR
dc.subjectBiofertilizantespt_BR
dc.subjectAgricultura orgânicapt_BR
dc.titleEfeito da aplicação de um fermentado bacteriano contendo ácido L-glutâmico, no crescimento, produtividade e alterações bioquímicas em batata cultivada no sistema orgânicopt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record