Show simple item record

dc.contributor.authorSimões, Gilberto Henriquept_BR
dc.contributor.otherGuirro, Erica Cristina Bueno do Pradopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Palotina, Programa de Pós-Graduação em Ciências Animalpt_BR
dc.date.accessioned2014-12-09T18:43:11Z
dc.date.available2014-12-09T18:43:11Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/36879
dc.descriptionOrientadora : Profª Drª Erica Cristina B. P. Guirropt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Palotina, Programa de Pós-Graduação em Ciências Animal . Defesa: Curitiba, 20/12/2013pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: O estresse térmico é um dos fatores que mais incide na diminuição de produtividade da pecuária leiteira em regiões de altas temperaturas, e acarreta prejuízo na produção leiteira de até 25-30 %. A busca por melhores condições térmicas nos ambientes aumentam significativamente para proporcionar condições ótimas de bem-estar animal aliado a eficiência produtiva. Objetivou-se a avaliação das respostas ao desafio térmico em instalações do tipo free stall sob diferentes sistemas de climatização. Foram utilizadas 31 vacas lactantes da raça Holandesa preto e branco divididas em três tratamentos individualizados com sistemas de climatização durante dez dias: TCON (tratamento controle, sem nenhum sistema ou equipamento), TVEN (tratamento com ventiladores) e TVEA (tratamento com ventiladores e aspersores); em instalação do tipo free stall com 40 camas no município de Palotina – PR. Foram avaliadas as condições térmicas (temperatura de bulbo seco (TBS), umidade relativa (UR), temperatura de globo negro (TGN), índice de temperatura e umidade (ITU) e índice de temperatura de globo e umidade (ITGU) e, nos animais verificou-se a frequência respiratória, temperatura de pelame, produção leiteira, composição do leite (proteína, lactose, gordura e sólidos totais), composição hematológica e bioquímica (glicose e hematócrito) e comportamento. Houve diferença significativa (p<0,05) do TVEA frente ao TCON e TVEN nas variáveis TBS (26,32°C), UR (60,51%), TGN (26,87°C), ITU (74,68), ITGU (75,71), temperatura de pelame (animal alimentando-se 29,81°C; em estação 31,87°C; deitado 32,11°C; e ingerindo água 31,97°C), FR (38,56 – 47,8 mpm), produção (23,18 L/dia), proteína (3,50), e maiores frequências de animais deitados, alimentando-se e ruminando. O sistema de climatização com ventiladores e aspersores mostrou-se superior e com boa eficiência, e proporcionou melhores condições térmicas aos animais com aumento de 18,75% e 9,96% na produção leiteira frente a ambos os tratamentos. Este tipo de sistema de arrefecimento evaporativo é uma excelente alternativa para diminuição do estresse térmico e melhora da produção em condições com altos desafios térmicos. Palavras-chave: aspersor, comportamento, produção leiteira, temperatura, ventilador.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Heat stress is one of the factors that most affect productivity in dairy cattle in regions of high temperatures, and can cause loss from 25 to 30 %. The search for better thermal conditions in the environment increased significantly, with the intention of providing optimal conditions of animal welfare and also production efficiency. This study aimed to evaluate the thermal stress in the free stall type facilities under different cooling systems. To accomplish that, 31 lactating Holstein cows, black and white were divided into three treatments for a period of ten days, being CG (control group, without any cooling system), FG (exclusive use of fans) and FSG (associated use of fans and sprinklers). The free-stall type facility had 40 beds and it is located in Palotina city, Estate of Paraná. The thermal conditions were determined by: dry bulb temperature (DBT), relative humidity (RH), black globe temperature (BGT), temperature-humidity index (THI) and black globe-humidity index (BGHI). Was recorded respiratory rate, temperature of the skin, milk production, milk composition (protein, lactose, fat and total solids), hematological and biochemical composition (glucose and hematocrit) and behavior. There was a significant difference (p < 0.05) of FSG against CG and FG in the variables DBT (26.32 °C), RH (60.51 %), TBG (26.87 °C), THI (74.68), BGHI (75.71), temperature of the skin (animal eating 29.81 °C; standing 31.87 °C, lying down 32.11 °C, and drinking water 31.97 °C), RR (38.56 to 47.8 min-1), production (23.18 L/day) , protein (3.50), and better frequencies of animals lying, eating and ruminating. The cooling system with fans and sprinklers (FSG) provided better thermal conditions for the animals, with an increase in milk production of 18.75 % and 9.96 % when compared with the different treatments (CG and FG). This type of evaporative cooling system is an excellent alternative for reducing heat stress and improves production in regions with high temperature challenges. Keywords: sprinkler, behavior, milk production, temperature, fan.pt_BR
dc.format.extent75f. : il., color., tabs., grafs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.titleAvaliação de estresse térmico em vacas de leite em Free Stall sob diferentes condições de climatizaçãopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record