Show simple item record

dc.contributor.authorCatapan, Márcio Fontanapt_BR
dc.contributor.otherOkimoto, Maria Lucia Leite Ribeiropt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Tecnologia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânicapt_BR
dc.date.accessioned2014-12-10T15:25:10Z
dc.date.available2014-12-10T15:25:10Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/36867
dc.descriptionOrientadora : Profª. Drª. Maria Lucia L. R. Okimotopt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Tecnologia, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica. Defesa: Curitiba, 29/08/2014pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Fenômenos de transporte e mecânica dos sólidospt_BR
dc.description.abstractResumo: As medidas da cabeça humana analisadas para dimensionar artefatos que a protegerão de possíveis acidentes estão associadas apenas à sua circunferência, largura e comprimento máximo. Porém, ao analisar a cabeça em uma imagem tridimensional, percebe-se uma geometria muito mais complexa, fazendo com que esses parâmetros possam ser inadequados ou insuficientes na categorização de sua antropometria. Na área militar, estudos relatam que aproximadamente a metade das mortes nos campos de batalhas é devida a projéteis deflagrados na cabeça do soldado. Isso leva a pensar que, em muitos momentos, a vítima não usava, no momento do incidente, o capacete balístico. No entanto, outros estudos mostram que este artefato após poucos minutos, em uso contínuo, torna-se pesado e instável para muitos usuários. Dessa forma, este trabalho objetivou a pesquisa das possíveis variáveis dimensionais, na região do assentamento e fixação do capacete balístico, fazendo correlações com outras dimensões utilizadas atualmente. Diagnosticou-se através de análise fotogramétrica que a altura da cabeça humana, que ainda hoje não havia sido analisada, é maior que a do artefato em questão, capacete balístico modelo PASGT (Personal Armor System Ground Troops). Sendo assim, ao dimensionar o tamanho de capacete adequado ao usuário, através do perímetro máximo de sua cabeça, essa medida não é a mesma quando verificada a circunferência na região de assentamento do capacete. Dessa maneira, foi estruturado um experimento, por escaneamento tridimensional, para comprovar o resultado preliminar discutido anteriormente. Nele, verificou-se que em 58% dos casos o usuário precisaria de um capacete de tamanho menor que o especificado pelo método atual. Ou seja, o atual método de seleção do tamanho de capacete ao usuário não condiz com a necessidade do mesmo. Palavras-chave: Cabeça Humana. Antropometria. Capacete Balístico. Fotogrametria e Escaneamento tridimensional.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The measures examined of the human head, used to scale artifacts that protect it from possible accidents, are only associated with its circumference, width and maximum length. However, when analyzing the head in a three-dimensional image, it has a more complex geometry, so that these measures may be inadequate or insufficient in categorizing its anthropometry. In military field, studies report that approximately half of the deaths in the battle fields is due to projectiles triggered in the mind of the soldier. This suggests that in many instances the victim would not use the ballistic helmet. However, other studies show that this artifact, after a few minutes in continuous use, becomes heavy and unstable for many users. Thus, this study aimed to survey the possible dimensional variables in the settlement and attachment of ballistic helmet region, making correlations with other measures currently used. It was diagnosed by the height photogrammetric analysis of the human head, which still had not been analyzed, that it is larger than the device in question. Thus, by scaling the appropriate size to the helmet user, the measure for this is not the same when found in the region of origin of the helmet. Thus, another experiment was generated by three-dimensional scanning, to confirm the preliminary results discussed above. In this experiment, it was found that in 58% of cases the user would need a smaller helmet than the size specified by the current method. That means that the current method of selecting the helmet size the user does not match the need of it. Key words: Human Head. Complex Geometry. Anthropometry. Ballistic Helmet and Photogrammetry.pt_BR
dc.format.extent137f. : il., tabs., color., grafs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectEngenharia mecanicapt_BR
dc.titleAnálise antropométrica da cabeça humana para dimensionamento de capacetes balísticospt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record