Show simple item record

dc.contributor.authorBorges, João Bosco Oliveirapt_BR
dc.contributor.otherBevilaqua, Cimea Barbatopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduaçao em Antropologia Socialpt_BR
dc.date.accessioned2014-12-02T11:41:28Z
dc.date.available2014-12-02T11:41:28Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/36804
dc.descriptionOrientadora: Profª. Drª. Ciméa Barbato Bevilaquapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social. Defesa: Curitiba, 26/09/2014pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: O objetivo desta dissertação é acompanhar e descrever o fluxo de versões referentes a um caso de violência coletiva que ocorreu na cidade de Curitiba, Paraná no final do ano de 1959 e que ficou conhecido como a "Guerra do Pente" - devido ao fato de o conflito ter se iniciado durante a compra de um pequeno artigo deste tipo na loja de um imigrante de origem árabe localizada no centro da cidade. Desde o momento de sua deflagração, esses incidentes vêm mobilizando uma série de agentes que estão - ou ao menos, estiveram em algum ponto do passado - engajados em tentativas de estabilizá-los. Como veremos nas próximas páginas, estes atos de estabilização envolvem, acima de tudo, processos de "contextualização". Essa atividade de colocar as coisas em determinados contextos, que forma o que eu, seguindo Bruno Latour, denomino de uma "controvérsia", por sua vez, tem um papel importante não apenas na constituição dos próprios incidentes, mas também de determinados atores (pessoas e coletivos) envolvidos neles. O texto é divido em quatro partes: na introdução, eu discuto questões teóricas e metodológicas concernentes à pesquisa e ao trabalho de campo; no primeiro capítulo, eu trato do cenário onde os conflitos originalmente se desenvolveram; o segundo, por sua vez, traz uma descrição da própria controvérsia como um movimento de interpretações ou versões expandidas no tempo; e finalmente, o terceiro explora a complexidade de um dos vários contextos apresentados no capítulo anterior, que se refere à produção de um determinado tipo de imigrante e o papel dos estereótipos, assim como de outros elementos recorrentemente associados a eles, nesse processo. PALAVRAS-CHAVE: Violência coletiva; controvérsia; contextos; conflito; estereótipos.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This dissertation's goal is to follow and describe the flux of versions pertaining to a case of collective violence that took place in the city of Curitiba, Paraná in the end of the year 1959 and became known as the "Comb War" - due to the fact that the conflict started during the purchase by a costumer of a small article of this kind in a store owned by an arab immigrant located downtown. Since its emergence, these incidents have been mobilizing a whole range of actors who have either been or, at least, were at one point, engaged in attempts to stabilize them. As we will see in the following pages, these acts of stabilization encompass, above all, processes of "contextualization". This activity of putting things into contexts, that form what I, following Bruno Latour, call a "controversy", in turn, plays an important role in the constitution not only of the incidents themselves, but also of certain actors (persons and collectives) involved in them. The text is divided in four parts: in the introduction, I discuss both theoretical and methodological matters related to the research and the fieldwork; in the first chapter, I talk about the scenario where the conflicts originally developed; the second one, then, brings a description of the controversy itself as a movement of interpretations or versions expanded over time; and finally, the third one delves into the complexity of one of the various contexts that are presented in the previous chapter, which refers to the production of a specific kind of immigrant and the role played by stereotypes, as well as other elements recurrently associated with them, in this process. KEY-WORDS: Collective violence; controversy; contexts; conflict; stereotypes.pt_BR
dc.format.extent133f. : il. maps.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.subjectAntropologiapt_BR
dc.titleQuando Curitiba perdeu a cabeça : uma etnografia da controvérsia em torno da "Guerra do Pente"pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record