Show simple item record

dc.contributor.authorPereira, Cristina Lopespt_BR
dc.contributor.otherWeber, Lidia Natalia Dobrianskyjpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2018-08-13T18:23:07Z
dc.date.available2018-08-13T18:23:07Z
dc.date.issued2012pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/36558
dc.descriptionOrientadora: Profª Drª Natalia Dobrianskyj Weberpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 11/05/2014pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: Os estudos acadêmicos sobre adoção tardia são necessários para propiciar visibilidade a um tema que ainda é carente de pesquisas no Brasil e para a construção de conhecimento especializado que auxilie a prática de profissionais da psicologia e da educação que atuam com estas famílias. A presente pesquisa pretendeu descrever vivências de pais e filhos no ambiente escolar e investigar a percepção dos pais sobre a vinculação afetiva com o filho, a ocorrência de problemas de comportamento e como eles avaliam a própria competência no exercício das funções parentais. Esta pesquisa foi realizada com 50 pais que adotaram crianças a partir dos dois anos de idade e cujos filhos estão, atualmente, na faixa etária entre cinco e dezessete anos. Foi utilizada uma amostragem não-probabilística, constituída por conveniência. A composição do grupo de participantes foi realizada por meio do contato com grupos de apoio à adoção em sites de relacionamento e listas de discussão na internet sobre o tema. Os participantes responderam um questionário virtual contendo 40 questões sobre características dos pais, dos filhos, dados da vida escolar da criança ou adolescente e dados sobre o relacionamento afetivo. Os pais responderam também três instrumentos: a Subescala de Comportamentos Problemáticos que faz parte do Sistema de Avaliação de Competências Sociais; a Escala de Senso de Competência Parental e o Inventário de Vinculação Afetiva na Infância e Adolescência. Os dados indicaram que a maioria dos pais transmitiu informações para a escola sobre a adoção do seu filho e avaliaram de forma positiva o seu desempenho acadêmico. Entre as crianças que apresentam dificuldades escolares, os aspectos mais citados pelos pais foram os problemas de concentração, de aprendizagem e de relacionamento interpessoal. Os filhos que apresentam dificuldades escolares apresentam uma frequência menor de comportamentos característicos do padrão de vinculação seguro, mais problemas de comportamento e seus pais relatam menor satisfação com as funções parentais. Os dados coletados mostram que a maior parte dos pais não encontrou dificuldades na vinculação afetiva com o seu filho. Entre os participantes que indicaram dificuldades no relacionamento afetivo, verificou-se o relato de menor senso de eficácia, interesse e competência parental e maior quantidade de comportamentos relacionados ao padrão de vinculação ambivalente nos filhos. Palavras-chave: adoção tardia, vinculação afetiva, escolarização.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The academic studies on late adoption are necessary to provide visibility to a subject which research is still lacking in Brazil and also to construct an expert knowledge which will help the practice of professionals of psychology and education who work with the families. The present research intended to describe the experiences of parents and children in the school environment and to investigate the perception of parents about the emotional attachment with the child, the occurrence of behavior problems and how they evaluate their competence in the exercise of parental functions. The research was conducted with 50 parents who adopted two years old children and whose are currently aged between five and seventeen years old. It was used a non-probability sampling of convenience. The composition of the group of participants was conducted through contact with adoption support groups on social networking sites and discussion lists. The participants answered a virtual questionnaire consisted of 40 questions about parents and children characteristics and also school-life and affective relationship data of the child or adolescent. Parents also answered three instruments: Behavior Problems Scale, which is part of Social Skills Rating System; Parenting Sense of Competence Scale and Inventory of Attachment in Childhood and Adolescence. Data indicated that most of the parents provided information to school about the adoption of their child and positively evaluated their academic performance. Among children who have learning difficulties, the aspects most often cited by parents were problems of concentration, learning and interpersonal relationship. Children who have learning disabilities had a lower frequency of characteristic moods of secure attachment pattern besides behavior problems and their parents related less satisfaction with parenting functions. Collected data show that most of the parents did not find difficulties in attachment with their child. Among participants who related difficulties in attachment there was a report of lower sense of parental efficacy, interest and competence and a larger number of actions related to the ambivalent attachment pattern in children. Key-words: late adoption, attachment, schooling.pt_BR
dc.format.extent123f. : il. algumas color., tabs., grafs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.subjectAdoçãopt_BR
dc.subjectPais e filhospt_BR
dc.subjectComportamento humanopt_BR
dc.subjectAmbiente escolarpt_BR
dc.subjectAfeto (Psicologia)pt_BR
dc.titleAdoção tardia : investigação sobre padrões de relacionamento familiar, comportamento escolar e socialpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record