Show simple item record

dc.contributor.authorKlein, Lucianapt_BR
dc.contributor.otherAlmeida, Lauro Brito dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Contabilidadept_BR
dc.date.accessioned2015-05-06T22:33:41Z
dc.date.available2015-05-06T22:33:41Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/36392
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Lauro Brito de Almeidapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Contabilidade. Defesa: Curitiba, 2014pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração : Contabilidade e finançaspt_BR
dc.description.abstractResumo: Ao longo das últimas décadas presenciamos o desenvolvimento de artefatos de contabilidade gerencial, tanto por praticantes como acadêmicos. As diferentes técnicas de contabilidade gerencial foram desenvolvidas com o objetivo de melhorar a gestão das organizações. No entanto, a despeito da oferta e dos fatores que influenciam a demanda por essas novas técnicas gerenciais, estudos concluíem que a absorção destas pelas empresas pode ser considerada baixa. Nesse sentido, umas das abordagens notoriamente utilizadas para tentar explicar a variação da adoção de diferentes práticas de contabilidade gerencial é a Teoria Contingencial. Esta abordagem preconiza que não há uma estrutura única para todas as organizações em todas as circunstâncias, que no decorrer do tempo a estrutura organizacional se modifica adaptando-se as contingencias, da mesma forma as práticas gerenciais evoluem a fim de dar suporte a estrutura organizacional. A evolução das práticas gerenciais foi estabelecida pela International Federation of Accountants (IFAC) em 1998. O presente estudo, portanto, possui como finalidade analisar se há relação entre a adoção das práticas de contabilidade gerencial - conforme definido pela IFAC 1998 - pelas indústrias paranaenses e as características empresariais (externas e organizacionais). A população deste estudo compreende as empresas paranaenses cadastradas em 2012 na FIEP- Federação das Indústrias do Estado do Paraná. O instrumento de coleta de dados utilizado foi um questionário previamente formulado, aplicado aos controllers ou equivalentes. Para análise dos dados utilizou-se técnicas estatísticas de análise multivariada, mais especificamente, análise de clusters e Kruskal-Wallis. Os resultados apresentados fornecem uma indicação de que as práticas de contabilidade gerencial tradicionais ainda são mais utilizadas do que as técnicas mais sofisticadas, no entanto, os resultados indicam uma leve mudança no cenário gerencial, apesar de que as práticas consideradas tradicionais prevaleçam, as empresas que utilizam práticas sofisticadas representam um numero considerável da amostra (39%). Em relação as cinco hipóteses apresentadas na dissertação, os resultados apontam que para a amostra da presente pesquisa, apenas a estratégia organizacional adotada, liderança em custos ou diferenciação, influenciam na adoção de práticas gereciais mais sofisticadas, e diferentemente de outros estudos, a incerteza ambiental, a estrutura organizacional, o porte e o poder dos clientes não determinam a adoção de práticas gerenciais consideradas mais sofisticadas. Palavras-chave: Práticas gerenciais; Teoria contingencial; Industrias paranenses.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Over the past few decades we have witnessed the development of management accounting articles, both by practitioners and academics. The various techniques of management accounting have been developed with the aim of improving the management of organizations. However, despite the offer and the factors that influence the demand for these new management techniques, researches have concluded that absorption by these companies can be considered low. In this regard, one of the approaches notoriously used to try to explain the variation of adopting different practices of management accounting is the Contingency Theory. This approach calls for there is no single structure for all organizations in all circumstances; that over time the organizational structure changes in order to be adapted to contingencies, in the same way, management practices move in order to support the organizational structure. The evolution of management practices was established by the International Federation of Accountants (IFAC) in 1998. The present study, therefore, has as purpose to analyze whether there is a relationship between the adoption of management accounting practices - as defined by IFAC 1998 - by Paraná industries and business characteristics (external and organizational). The study population included Paraná companies registered in 2012 in FIEP - Federation of Industries of the State of Paraná. The data collection instrument used was a pre-formulated questionnaire applied to controllers or equivalent. For data analysis, more specifically, we used statistical techniques of multivariate cluster analysis and Kruskal - Wallis. The present results provide an indication that the traditional management accounting practices are even more used than the more sophisticated techniques, however, the results indicate a slight change in managerial scenario, although considered traditional practices excel, companies which use sophisticated practices represent a considerable number of the sample (39%). Regarding five hypotheses presented in the dissertation, the results indicate that for the sample of this survey, only the organizational strategy adopted, cost leadership or differentiation, influence the adoption of more sophisticated management practices , unlike other studies , environmental uncertainty, organizational structure, the size and power of the customers do not determine the adoption of more sophisticated management practices considered. Keywords: Management practices; Contingency theory; Paranenses industries.pt_BR
dc.format.extent94f. : il., grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectContabilidade gerencialpt_BR
dc.subjectTeoria da contingência (Administração)pt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.subjectCiências Contábeispt_BR
dc.subject.ddc658.1511pt_BR
dc.titleA influência dos fatores contingenciais nas práticas gerenciais de indústrias paranaensespt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record