Show simple item record

dc.contributor.authorPereira, Mariane de Oliveirapt_BR
dc.contributor.otherNogueira, Antonio Carlos, 1950-pt_BR
dc.contributor.otherWendling, Ivarpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2014-10-15T12:30:18Z
dc.date.available2014-10-15T12:30:18Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/36355
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Antonio Carlos Nogueirapt_BR
dc.descriptionCo-orientador : Dr. Ivar Wendlingpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal. Defesa: Curitiba, 24/02/2014pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração : Silviculturapt_BR
dc.description.abstractResumo: O cedro-australiano (Toona ciliata var. australis F. Muell. Bahadur, Meliaceae) é uma espécie exótica que apresenta grande potencial para instalação de plantios no Brasil. Comparada ao mogno e outras meliáceas nativas quanto à qualidade da madeira, tem a vantagem de possuir rápido crescimento e não ser atacada por Hypsipyla grandella (broca-do-cedro). O uso da técnica de clonagem pode auxiliar na seleção de indivíduos superiores e aumentar a produtividade da espécie. Nesse contexto, o presente trabalho teve como objetivo geral elaborar um protocolo para o resgate vegetativo e propagação via estaquia e miniestaquia de indivíduos adultos selecionados de cedroaustraliano, visando à multiplicação de materiais geneticamente superiores. Efetuou-se a aplicação de diferentes formas de resgate vegetativo de indivíduos adultos: corte raso, anelamento e semianelamento. Com as brotações resultantes do resgate vegetativo testou-se o enraizamento das estacas em cada uma das técnicas com a influência do AIB (6000 mg L-1). Também foi testada a influência da área foliar e da aplicação de AIB (6000 mgL-1). Buscou-se verificar também se diferentes matrizes proporcionam respostas diferentes no enraizamento. Com as mudas aclimatadas produzidas a partir de estacas enraizadas do experimento de plantas matrizes foi instalado o minijardim clonal, buscando-se avaliar a adaptação da espécie ao cultivo nesse sistema sob diferentes soluções nutritivas e em coletas sucessivas. Após a aplicação dos tratamentos de resgate vegetativo foi verificada a emissão de brotações e foi realizada a contagem do número de brotos por árvore. O corte raso proporcionou a maior produção de brotos, entretanto o anelamento e semianelamento, apesar de uma produção menor de brotos por árvore, podem ser utilizados quando o objetivo não é abater as árvores. As estacas obtidas do semianelamento apresentaram maior sobrevivência e enraizamento. Estacas com folíolos inteiros em presença de AIB obtiveram uma maior taxa de sobrevivência e enraizamento. Houve grande variação na sobrevivência e capacidade de enraizamento entre matrizes. Observou-se diferença em relação à sobrevivência das minicepas e a produtividade de miniestacas. A solução nutritiva I (com maior dose de nitrato) apresentou menor sobrevivência das minicepas, porém maior produtividade de miniestacas, além de maior sobrevivência e enraizamento, resultando também em maior taxa de multiplicação. O minijardim clonal de cedro-australiano se mostrou uma boa opção para a multiplicação clonal da espécie, com grande potencial para uso extensivo. Em geral, os resultados obtidos para o resgate vegetativo e clonagem mostraram grande potencial para a propagação da espécie, sendo necessários ajustes no minijardim clonal para aumentar a produção de miniestacas. A partir destes resultados a produção de mudas e fixação de genótipos selecionados será facilitada podendo resultar em um aumento nos plantios de cedro-australiano, além do incremento da produtividade da espécie. Palavras-chave: Propagação vegetativa. Cedro-australiano. Propagação assexuada. Enraizamento. Minijardim clonal.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The Australian red cedar (Toona ciliata var. australis F. Muell. Bahadur, Meliaceae) is an exotic species that has great potential for installation of plantations in Brazil. Compared to mahogany and other native Meliaceae as to the quality of wood, has the advantage of rapid growth and not be attacked by Hypsipyla grandella (cedar berry borer). The use of the cloning technique can assist in selecting better individuals and increase the productivity of the species. In this context, the present work was to develop a general purpose protocol for vegetative propagation by cuttings and rescue and minicutting adult individuals selected Australian red cedar, aiming to multiplication of genetically superior materials. Performed the application of different forms of vegetative rescue of adults: clearcutting, girdling and semi girdling. With the growing shoots resulting rescue was tested on the rooting each technique with the influence of IBA (6000 mg L -1). Also tested the influence of leaf area and the application of IBA (6000 mg L - 1). We attempted to also check matrices provide different answers on rooting. With acclimated seedlings grown from rooted cuttings from mother plants of the experiment the clonal mini garden was installed, trying to evaluate the suitability of species for cultivation in this system under different nutrient solutions and successive collections. After the application of vegetative rescue treatments was observed issuing shoots and counting the number of shoots per tree was performed. The clearcutting provided the highest yield of shoots, however annealing and semi girdling, despite lower production of shoots per tree, can be used when the goal is not to kill the trees. The cuttings obtained from semi girdling showed higher survival and rooting. Cuttings with integers in the presence of IBA leaflets had a higher survival rate and rooting. There was wide variation in survival and rooting ability between arrays. Difference was observed in survival and productivity of ministumps cuttings. The nutrient solution I (with higher nitrate dose) showed a lower survival ministumps, but higher productivity cuttings as well as increased survival and rooting, also resulting in higher rate of multiplication. The clonal minigarden Australian red cedar proved to be a good option for clonal multiplication of the species, with great potential for extensive use. In general, the results obtained for vegetative recovery and cloning showed great potential for the propagation of the species, being necessary adjustments in clonal minigarden to increase production of cuttings. From these results seedling production and establishment of selected genotypes will be facilitated and may result in an increase in plantings of Australian red cedar, besides the increase in productivity of the species. Keywords: Vegetative propagation. Australian red cedar. Asexual propagation. Rooting. Clonal minigarden.pt_BR
dc.format.extent103f. : il. algumas color., mapas, tabs., grafs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.titleResgate vegetativo e propagação via estaquia e miniestaquia de Toona M. Roem. var. australis (F. Muell.) Bahadurpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record