Show simple item record

dc.contributor.authorBietau, Johannapt_BR
dc.contributor.otherHeller, Isabel Kristinapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Letraspt_BR
dc.date.accessioned2014-09-18T12:13:45Z
dc.date.available2014-09-18T12:13:45Z
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/36179
dc.description.abstractResumo: O objeto de estudo do presente trabalho é a evidencialidade como fenômeno cognitivolinguístico que descreve a marcação de fontes de saber. Essa pesquisa, usando o método da linguística contrastiva, analisa a quantidade e a localização textual de diferentes tipos de fontes de saber em artigos acadêmicos alemães e brasileiros. Para alcançar o objetivo da pesquisa, a evidencialidade é convertida de um conceito cognitivo (Capítulo 1) sobre uma categoria analítica (Capítulo 3) a um procedimento literal no contexto didático (Capítulo 5). Percebemos que a marcação de fontes de saber é de importância vital para o gênero quantitativa quanto a investigação qualitativa nos mostram que a realização textual de fontes de saber é diferente em artigos alemães e brasileiros. Em seu conjunto, o desempenho desse trabalho se apresenta no desenvolvimento de um modelo para a análise da evidencialidade, o qual pode ser aplicado a textos científicos, bem como na revelação de problemas e dúvidas concretas em tal análise.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.subjectPublicações cientificaspt_BR
dc.titleEvidencialidade em artigos acadêmicospt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record