Now showing items 1-12 of 12

      Subject
      Antropometria [1]
      Arquitetura [1]
      Dimensionamento [1]
      Ergonomia [1]
      Gestão de Negócios. Trabalho. Alienação.Educação.Ética. [1]
      Gestão do Conhecimento.Sociedade do Conhecimento.Economia do Conhecimento. SBGC. [1]
      Habitação Unifamiliar [1]
      I O trabalho no século XXI: história, conceitos e modalidades (5hs). II A Gestão de Pessoas/Talentos e as relações de trabalho: histórico e evolução (5hs). III A Gestão de Carreiras sob a ótica da Gestão de Talentos (15hs). IV O futuro profissional dos “nativos digitais” (5hs). [1]
      Metodologias Ativas [1]
      Organização e Representação do Conhecimento (ORC).Ciência da Informação.Organização do Conhecimento.Representação do Conhecimento. [1]
      Pesquisa documental sobre a relação entre felicidade; trabalho e FIB (Felicidade Interna Bruta), no contexto da Gestão de Pessoas (Brasil), no período de 2000 a 2015. Procurou saber quais dos 9 eixos do FIB são mais enfocados na literatura de Gestão de Pessoas no país e correlacionados com a felicidade no trabalho, no período proposto. A etapa I do método, se propôs a investigar a produção científica de RH/GP por meio de uma análise bibliométrica. A etapa II do método, se propôs a investigar os termos: felicidade no trabalho e felicidade no trabalho e FIB, por meio das bases de dados Scielo e Spell. De um total de 34 artigos localizados, foram selecionados para análise somente 12. Os resultados indicaram que os eixos 2 (Bem-estar psicológico), 8 (Diversidade cultural) e 9 (Vitalidade comunitária) do FIB aparecem em primeiro lugar na literatura estudada. O eixo 4 (Saúde) do FIB aparece em segundo lugar. Os tipos de trabalhos mais publicados no período são artigos científicos. Há preferência de publicações em co-autoria, com três ou mais de três autores. Os anos de maior produção da temática foram: 2004 e 2010. A autora mais produtiva do período foi: Juliana Barreiros Porto (UnB). As instituições que mais produziram sobre o tema foram: UFMG e UnB. Conclui-se que, do ponto de vista das Ciências da Informação, há uma carência significativa na área de Gestão de Pessoas, de bons produtos terminológicos, como por exemplo, tesauros e vocabulários controlados, devido a uma ausência de consolidação conceitual sobre os termos estudados. Sugere-se estudos exploratórios e descritivos, bem como experiências de cruzamento de saberes entre as áreas de: Administração/Gestão de Pessoas; Psicologia e Ciências da Informação, além de estudos de aplicação das escalas de bem-estar no trabalho (Paschoal & Tamayo, 2008), que não foram aplicadas neste estudo, devido a uma série de limitações da autora. Palavras-chave: Felicidade. Felicidade no trabalho e FIB (Felicidade Interna Bruta). Produção científica em RH/GP. Análise bibliométrica (Ciências da Informação). Psicologia Positiva (bem-estar subjetivo). Bem-estar no trabalho. Qualidade de Vida no Trabalho (QVT). [1]
      Recursos Tecnológicos [1]