Show simple item record

dc.contributor.authorKruszielski, Leandropt_BR
dc.contributor.otherGuimarães, Sandra Regina Kirchner, 1954-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2020-08-06T19:13:25Z
dc.date.available2020-08-06T19:13:25Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/35979
dc.descriptionOrientadora: Profª Drª Sandra Regina Kirchner Guimarãespt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 28/03/2014pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: A utilização de Histórias em Quadrinhos pode ser um importante recurso didático, mas há uma ausência na literatura da descrição completa do funcionamento neuropsicológico subjacente a ele e de evidências empíricas que relacionem este gênero com a Compreensão Leitora. O objetivo desta pesquisa é investigar quais as funções neuropsicológicas preditoras da Compreensão Leitora de Histórias em Quadrinhos em comparação a Compreensão Leitora em textos narrativos. A amostra da pesquisa foi de 78 alunos de quarto e quinto anos do Ensino Fundamental de duas escolas municipais da cidade de Curitiba (PR). Os participantes responderam coletivamente em sala de aula a quatro instrumentos de avaliação da Compreensão Leitora e individualmente a 8 instrumentos de avaliação de possíveis preditores da Compreensão Leitora. Os instrumentos de avaliação de Compreensão Leitora foram compostos de textos narrativos e Histórias em Quadrinhos retirados de livros didáticos de Língua Portuguesa de 4º ou 5º ano do Ensino Fundamental submetidos a adaptações da técnica Cloze em que palavras, frases ou quadrinhos eram substituídos por lacunas. Os instrumentos utilizados para avaliar os possíveis preditores neuropsicológicos da Compreensão Leitora foram: Fluência Semântica, Fluência Fonológica (FAS), Dígitos (Ordem Direta), Dígitos (Ordem Inversa), Cubos de Corsi (Ordem Direta), Cubos de Corsi (Ordem Inversa), Vocabulário (WISC-III), Teste de Vocabulário de Figuras USP, Nomeação Seriada Rápida de Figuras, Letras, Dígitos e Cores. De acordo com os dados coletados, 88% da amostra foi classificada como Maus Compreendedores de texto narrativo e 78,5% da amostra foi classificada como Maus Compreendedores de Histórias em Quadrinhos. Bons e Maus Compreendedores mantiveram um nível de desempenho de Compreensão Leitora correspondente a esta classificação tanto em textos narrativos quanto em Histórias em Quadrinhos. Alunos do 5º ano mostraram um desempenho significativamente maior que alunos do 4º ano em tarefas de Compreensão Leitora e no desempenho nas tarefas: Teste de Vocabulário por Figuras USP, Nomeação Seriada Rápida de Dígitos, Figuras e Letras. Os preditores para a Compreensão Leitora de texto narrativo foram o desempenho na Nomeação Seriada Rápida de Letras e o desempenho no Teste de Vocabulário por Figuras USP. Já os preditores para a Compreensão Leitora de Histórias em Quadrinhos foram o desempenho na Nomeação Seriada Rápida de Letras, o desempenho no Teste de Vocabulário por Figuras USP e desempenho na ordem inversa do subteste Dígitos. Conclui-se que os preditores da compreensão leitora de HQ não são exatamente os mesmos da compreensão leitora de textos narrativos, dado o aspecto executivo da memória de trabalho que parece ser mais exigido na leitura de HQ's para que possa haver a integração entre informações verbais e viso-espaciais. Sugerese uma maior utilização deste gênero no Ensino Fundamental e do ensino de estratégias de leitura de HQ's que destaque a função executiva para integrar as informações fonológicas e visuais do gênero, criando um fluxo narrativo contínuo.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The use of comic books can be an important teaching resource. However, the literature lacks the complete description of the underlying neuropsychological behaviour and empirical evidence relating this genre to the reading comprehension. The aim of this research is to investigate what are the neuropsychological predictor functions of the reading comprehension of comic books compared to the reading comprehension of narrative text. The performance of 78 students from the 4th and 5th year of elementary school, from two public schools from Curitiba (PR), was analyzed for the development of this study. The participants were submitted collectively to four reading comprehension assessment tools in the classroom, and individually to 8 possible predictors of the reading comprehension assessment tools. The reading comprehension assessment tools included narrative text and comics extracted from the 4th or 5th elementary school year Portuguese language textbooks, which underwent adaptations from the Cloze technique, where words, sentences or panels were replaced by gaps. The tools used to asses possible reading comprehension neuropsychological predictors were: Animal naming, Phonemic Verbal Fluency (FAS), Forward Digit Span, Backward Digit Span, Forward Corsi Blocks, Backward Corsi Blocks, WISC III Vocabulary subtest, auditory vocabulary test TVFUSP and Rapid Serial Naming of Objects, Letters, Numbers and Colors. According to the collected data, 88% of the sample were considered poor comprehenders of narrative text and 78.5 % of the sample were classified as poor comprehenders of comics. Both good and poor comprehenders kept a performance level of reading comprehension corresponding to this classification on narrative text and on comics. 5th year students showed a significant higher performance than 4th year students in reading comprehension tasks and in the performance of the tasks: auditory vocabulary test TVFUSP and Rapid Serial Naming of Numbers, Letters and Objects. The predictors for the reading comprehension of narrative text were the performance on the Rapid Serial Naming of Letters and the performance on the auditory vocabulary test TVFUSP. The predictors for the reading comprehension of comic books were the performance on the Rapid Serial Naming of Letters, the auditory vocabulary test TVFUSP and the Backward Digit Span. In conclusion, the predictors of the reading comprehension of comic books are not exactly the same as the predictors of the reading comprehension of narrative text, given the executive aspect of the working memory, which seems to be more demanded during the reading of comic books, so that there may happen the integration of verbal and visuospatial information. It is therefore suggested a wider use of this genre in the elementary school and the teaching of comic books reading strategies that stresses the executive function to integrate the phonological and visual informations of the genre, in order to create a continuous narrative flow.pt_BR
dc.format.extent135 f. : il. algumas color., tabs., grafs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectHistorias em quadrinhospt_BR
dc.subjectCompreensão na leiturapt_BR
dc.subjectLeitura - Estudo e ensino (Ensino fundamental) - Curitiba (PR)pt_BR
dc.subjectNeuropsicologiapt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.titlePreditores neuropsicológicos na compreensão leitora em histórias em quadrinhospt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record