Show simple item record

dc.contributor.authorFrigatti, Eduardo Fabriciopt_BR
dc.contributor.otherDottori, Maurício Soarespt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Artes, Comunicação e Design. Programa de Pós-Graduação em Músicapt_BR
dc.date.accessioned2014-08-27T12:48:50Z
dc.date.available2014-08-27T12:48:50Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/35911
dc.description.abstractResumo: Este é um memorial de composição de oito peças, compostas a partir de premissas das ciências cognitivas sobre formas e sobre memória. Parte-se de uma discussão sobre a tendência estruturalista de alguns movimentos de vanguarda do século passado (tomando o serialismo integral como exemplo), em que se procura observar o divórcio entre lógica estrutural e sensível. Propôs- se que tal ruptura possa ser superada concebendo a música como som que se enforma, transparecendo na escuta as regras que delimitam seu ‘jogo’. Apresenta-se, por fim, o relato da aplicação crítica deste conhecimento no processo de composição das peças.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.subjectComposição (Musica)pt_BR
dc.subjectPercepção musicalpt_BR
dc.subjectCogniçãopt_BR
dc.subjectMemoriapt_BR
dc.titlePercepção formal e composiçãopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record