Show simple item record

dc.contributor.authorPereira, Clevisson Juniorpt_BR
dc.contributor.otherGil Filho, Sylvio Fausto, 1963-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Terra. Programa de Pós-Graduação em Geografiapt_BR
dc.date.accessioned2014-08-27T17:53:17Z
dc.date.available2014-08-27T17:53:17Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/35907
dc.description.abstractResumo: A presente Tese tem como objetivo principal discutir e teorizar o conceito de espaço sagrado e seu uso nos estudos da dinâmica espacial de um amplo protestantismo batista. Para isso, o percurso escolhido passou por uma reconstituição histórica do campo disciplinar da Geografia da Religião; bem como evidenciou algumas das suas linhas gerais de pesquisa na atualidade e em especial no Brasil. A partir deste panorama, navegou-se no pensamento de alguns clássicos pesquisadores em geografia da religião; com o intuito de contemplar diferentes concepções sobre a ideia de espaço sagrado. Com isso, chegamos a uma destacada compreensão do referido conceito; que nos ofereceu indícios e uma base filosófica para a construção de uma concisa teorização sobre o espaço sagrado, agora, entendido como conformação simbólica. Partindo desta compreensão de espaço sagrado, discutiu-se sua utilização na forma de uma categoria de análise, com fins de proporcionar um ferramental de pesquisa apto a abranger distintas dimensões da experiência religiosa. Desta perspectiva emerge também uma metodologia compreensiva baseada em uma triangulação metodológica composta por Observação Participante, Análise de Discurso/Conteúdo e Entrevistas Qualitativas. Por meio destas pomos em prática o uso do espaço sagrado como categoria de análise em dois estudos de caso de um amplo protestantismo batista. Os estudos de caso foram feitos na Primeira Igreja Batista de Curitiba, Paraná, Brasil e na The Austin Stone Community Church, Texas, EUA. Com estas aproximações práticas pôde-se perceber como se estrutura a dinâmica de um possível "espaço sagrado batista”. E por meio de uma aproximação contextual da dinâmica espacial do protestantismo, aliado a uma investigação para se desnudar as raízes da dinâmica espacial da experiência religiosa batista, apontaram-se algumas causas e motivações da configuração deste "espaço sagrado batista”. Por fim, chegou-se a conclusão de que um possível "espaço sagrado batista” não estaria vinculado à dinâmica locacional-material e seria muito mais uma conformação simbólica de distintas dimensões da experiência religiosa (como sentimento mítico-religioso, discurso fundador e religioso, reunião de fiéis, performance ritual, etc.) atuando simultânea e conjuntamente no mundo do pensamento religioso.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleGeografia da religião e a teoria do espaço sagradopt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record