Show simple item record

dc.contributor.advisorEliasaro, Sionarapt_BR
dc.contributor.authorFeuerstein, Shirley Cunhapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Botânicapt_BR
dc.date.accessioned2014-08-25T13:44:24Z
dc.date.available2014-08-25T13:44:24Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/35867
dc.description.abstractResumo: A família Graphidaceae inclui mais de 1500 espécies e está dividida em três subfamílias: Fissurinoideae, Gomphilloideae e Graphidoideae. Esta última é a maior subfamília e foi subdividida em três tribos: Graphideae, Thelotremateae e Ocellularieae. Graphideae corresponde a maior tribo, com 15 gêneros e aproximadamente 600 espécies, e são os elementos dominantes em ecossistemas tropicais e subtropicais. Os objetivos do presente trabalho foram realizar um levantamento da tribo Graphideae, avaliando o número de espécies presentes na Ilha do Mel, Paranaguá, assim como caracterizar morfológica, química e ecologicamente as espécies encontradas e proporcionar meios para a identificação das mesmas através de chaves, ilustrações e descrições. Foram realizadas quatro expedições a campo (entre dois a quatro dias de duração cada uma), duas no inverno (junho e agosto/2012) e duas no verão (fevereiro e abril/2013). Os caracteres morfológicos e anatômicos foram estudados utilizando microscópio estereoscópico e óptico. Foi utilizada solução aquosa de KOH (10%) para a observação detalhada de ascos e estruturas do hamatécio. A reação amilioide do asco e himênio foi testada com solução de lugol. A análise dos metabólitos secundários foi realizada por Cromatografia em Camada Delgada utilizando o sistema de solventes C. Todos os exemplares foram incorporados ao Herbário UPCB. Foram analisados 500 exemplares, e identificadas 36 espécies distribuidas em oito gêneros: Anomomorpha (1), Corticorygma (1), Diorygma (3), Glyphis (1), Graphis (24), Leiorreuma (1), Platygramme (4) e Sarcographa (1). Sete espécies são propostas como novas para a ciência: Corticorygma stellatum, Diorygma incantatum, Graphis hatschbachii, G. inopinata, G. mellis-insulae, G. subargentata e G. subcupei. Platygramme muelleri é citada pela primeira vez para as Américas. Graphis cupei e G. emersa são novos registros para a América do Sul e G. tumidula para o Brasil, além de 21 novos registros para o Estado do Paraná.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.subjectLiquens - Mel, Ilha do (PR)pt_BR
dc.titleA tribo Graphideae(Graphidaceae, Ascomycota liquenizados) na Ilha do Mel, Paranaguá, Paranápt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record