Show simple item record

dc.contributor.authorPátaro, Carolina Ribeiropt_BR
dc.contributor.otherAdelman, Miriampt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologiapt_BR
dc.date.accessioned2014-08-21T17:38:59Z
dc.date.available2014-08-21T17:38:59Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/35829
dc.description.abstractResumo: Esta dissertação tem como objeto problematizar a pornografia feminista, focando em dois filmes de uma das diretoras de maior destaque no campo: Erika Lust. Dessa forma, como objetivo central, busco compreender como são representados os corpos, as sexualidades e as performances nos filmes, a partir de uma metodologia de análise de olhar, etnografia de tela, transladação e grupo focal. Como conclusões finais entendo que a pornografia feminista de Erika Lust se mostra mais como uma releitura do que como ruptura dentro do mundo da pornografia conhecida como "entretenimento masculino” ou, como chamo neste texto, pornografia mainstream, ou seja, a pornografia feminista de Erika Lust ainda coloca corpos e sexualidades dentro de um padrão heteronormativo e de branquitude normativa. Assim, é possível compreendermos que a pornografia é uma multiplicidade de possibilidades e de invenções, feitas pelas diretoras feministas a partir de um olhar reflexivo da sexualidade, dos corpos e das construções anteriormente conhecidas do mundo pornô.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.subjectPornografiapt_BR
dc.subjectSexopt_BR
dc.subjectSexo - Aspectos sociaispt_BR
dc.titleTchau tchau velho pornozão?pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record