Show simple item record

dc.contributor.authorMorishin Filho, Milton Mikiopt_BR
dc.contributor.otherFreitas, Renato da Silvapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgicapt_BR
dc.date.accessioned2014-09-16T12:56:40Z
dc.date.available2014-09-16T12:56:40Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/35807
dc.description.abstractResumo: Objetivo: Analisar a capacidade de osteogênese, osteindução, efeito reabsortivo, complicações e valor estético da proteína morfogenética óssea recombinante humana 2 (rhBMP-2) como material para reconstrução de deformidades cranianas comparado ao pó de osso. Material e Método: Utilizou-se uma amostra de 12 porcos com 2 meses de vida, machos da raça Landrace, com peso aproximado de 5 kg. Realizou-se craniotomia com broca de 6 mm de diâmetro em osso parietal direito e esquerdo de cada animal. A craniotomia direita foi tratada com rhBMP-2 e craniotomia esquerda pó de osso autógeno. Realizou-se tomografia computadoriza e análise histológica dos animais 30 dias e 60 dias pós-operatórios. Resultados: rhBMP-2 tem capacidade osteoindutora (p=0,001) superior quando comparada ao pó de osso pela análise tomográfica perante os parâmetros espessura do osso neoformado (p=0,001) e densidade (p=0,001), além da tendência do rhBMP-2 possuir uma capacidade osteoindutora superior ao pó de osso de acordo com a análise histológica dos parâmetros reabsorção óssea, infiltrado inflamatório, deposição de colágeno e neocolagenização aos 30 dias. Aos 60 dias pós-operatório apesar de não se observar mais diferença estatisticamente significativa na análise tomográfica e histológica, observou-se uma tendência do grupo rhBMP-2 serem mais osteogênico do que o grupo pó de osso autógeno. Conclusão: O rhBMP-2 demonstrou-se uma excelente opção de material osteogênico, viabilizando o seu uso em reconstrução de deformidades cranianas devido a propriedade de estimular a osteoindução de forma precoce evitando complicações como distrofias ósseas, baixa qualidade e baixa eficácia da osteogênese. Palavras chave: Cranioplastia, enxerto, osteoindução, osteogênese e porco.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.subjectCraniotomiapt_BR
dc.subjectTransplante ósseopt_BR
dc.subjectOssos - Crescimentopt_BR
dc.subjectSuinospt_BR
dc.subjectEnxertospt_BR
dc.titleEstudo comparativo entre craniotomias tratadas com proteína morfogenética óssea (rhBMP-2) e craniotomias tratadas com pó de osso em suínospt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record