Show simple item record

dc.contributor.advisorRamina, Larissa Liz Odreskipt_BR
dc.contributor.authorPuchta, Ananda Hadah Rodriguespt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Jurídicas. Curso de Graduação em Direitopt_BR
dc.contributor.otherFachin, Melina Girardipt_BR
dc.date.accessioned2014-07-17T21:54:37Z
dc.date.available2014-07-17T21:54:37Z
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/35587
dc.description.abstractResumo: Tendo em vista as recorrentes discussões na ceara dos direitos humanos entre as teorias universalista e relativista, pretende-se analisar esta dicotomia, ao mesmo tempo em que se busca, através do estudo da racionalidade de resistência, apresentar uma alternativa teórica que conflua os dois discursos. Para tanto, partindo do recorte histórico do pensamento moderno (séc. XVII), desenrola-se a análise do marco teórico universalista, o qual se confunde com a própria história ocidental. Visto isso, serão abordados marcos históricos importantes para a consolidação do pensamento universal. Num segundo momento, serão apresentados os diversos conceitos de relatividade, assim como um esboço da teoria relativista e suas críticas. A partir daí, apresenta-se uma alternativa ao relativismo cultural, por meio da teoria multiculturalista. Por fim, discorre-se acerca da teoria crítica e realista de direitos humanos. Esta teoria aborda a racionalidade de resistência como modelo teórico e, assim, visa estabelecer uma nova cultura de direitos humanospt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDireitos humanospt_BR
dc.titleUniversalismo e relativismo culturalpt_BR
dc.typeMonografia Graduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record