Show simple item record

dc.contributor.authorRaymundo, Nelson Kodama Lançonipt_BR
dc.contributor.otherOsaki, Silvia Cristinapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor Palotina. Programa de Pós-Graduação em Ciências animalpt_BR
dc.date.accessioned2014-07-02T16:44:59Z
dc.date.available2014-07-02T16:44:59Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/35318
dc.description.abstractResumo: Esta pesquisa teve como o objetivo verificar o perfil do consumidor de leite, identificar as principais razões para o consumo e avaliar laboratorialmente o leite cru informal consumido em cinco municípios da região oeste do Paraná. A frequência dos tipos de leite mais consumidos pelas famílias desta pesquisa foram: 42,3% UHT, 38,3% pasteurizado, 17,6% leite cru informal, 1,7% em pó. As frequências de famílias que preferiam o leite cru informal por município foram: 32,7% em Iporã, 29,2% em Marechal Cândido Rondon, 18,9% Assis Chateaubriand, 17,6% em Palotina e 10% em Toledo. O "Sabor" foi o motivo que influenciou o consumo de leite cru informal e famílias com renda familiar de um a quatro salários mínimos foram as que mais consumiram este tipo de leite. A comercialização informal de leite foi mais vantajosa financeiramente para o produtor em relação a comercialização formal. Todas as amostras analisadas apresentaram-se em desacordo em pelo menos um parâmetro, sendo 60,9% para mesófilos, 56,6% para Estrato Seco Desengordurado, 52,1% para Índice Crioscópico, 43,5% para acidez, 23,9% para densidade, 23,9% para índice de Caseinomacropepetídeo, 17,4% para Teor de Gordura, 8,7% Reagente ao Teste do Anel em Leite (TAL) e, 2,2% reagente para presença de Inibidor de Crescimento Bacteriano. A adulteração encontrada foi a adição de água em 20% das amostras analisadas. O leite cru informal avaliado nesta pesquisa envolveu a comercialização de um produto sem qualidade e que constitui um risco financeiro, devido consumo de produtos alterados e adulterados, um risco a saúde, devido a presença de resíduos químicos e amostras reagentes ao TAL. Fatores estes que justificam a necessidade da realização de esclarecimentos públicos sobre o consumo de leite de qualidade e inócuo.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.titlePerfil dos consumidores e características microbiológicas e fisío-químicas do leite cru informal comercializado no Oeste do Paranápt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record