Show simple item record

dc.contributor.authorAued, Gisele Knoppt_BR
dc.contributor.otherBernardino, Elizabethpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Enfermagempt_BR
dc.date.accessioned2014-05-14T14:29:30Z
dc.date.available2014-05-14T14:29:30Z
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/35065
dc.description.abstractResumo: Pesquisa exploratória de abordagem qualitativa, fundamentada no referencial teórico de Patricia Benner. Os objetivos foram identificar as competências clínicas utilizadas na prática dos enfermeiros assistenciais de uma instituição hospitalar e compreender como ocorre a aquisição das competências clínicas pelos enfermeiros assistenciais. Teve como participantes da pesquisa 20 enfermeiros assistenciais que atuam em um hospital privado, localizado no sul do Brasil. A coleta de dados foi realizada por meio de uma entrevista semiestruturada. A análise consistiu de duas etapas, a abordagem interpretativa de Benner e análise de conteúdo de Bardin. Como resultados, foram identificadas oito competências clínicas, sendo elas: ajudar o paciente a integrar as implicações da doença e da recuperação no seu estilo de vida; fornecer uma interpretação da condição do paciente e dar razões ao seu tratamento; fornecer um sistema de apoio para garantir cuidados médicos e de enfermagem seguros; detecção e documentação das mudanças significativas na condição de um paciente; desempenho qualificado em emergências com risco de vida: rápida compreensão de um problema; identificar e gerenciar a crise de um paciente até que assistência médica esteja disponível; obter respostas apropriadas e em tempo oportuno dos médicos; avaliar o que pode ser seguramente omitido ou adicionado às prescrições médicas. O tempo, na enfermagem, é um fator que pode influenciar na aquisição das competências clínicas, porém depende de quanto tempo o enfermeiro atuou com uma população específica de pacientes e o envolvimento do profissional com a sua prática clínica. A aquisição das competências clínicas na prática dos enfermeiros assistenciais ocorre na interação com outros profissionais, no cotidiano da prática de enfermagem, pelas experiências anteriores e no aprendizado formal. Verifica-se que há uma tendência para que a aquisição das competências clínicas ocorra em ambientes da prática de enfermagem, com a colaboração de enfermeiros, médicos e técnicos de enfermagem, por meio da oportunidade de observar profissionais mais experientes e poder executar as tarefas. As experiências passadas de cuidados com pacientes e a participação em cursos e especialização também são elementos que conduzem à aquisição dessas competências. O estudo contribuirá para que estudantes de enfermagem, enfermeiros e gerentes de serviços de enfermagem compreendam que a aquisição da competência clínica ocorre ao longo da carreira profissional e é um importante recurso estratégico para uma política de recursos humanos em enfermagem voltada para o cuidado integral e segurança do paciente, desenvolvimento e visibilidade profissional e reconhecimento de lideranças na prática clínica.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.subjectEnfermagempt_BR
dc.subjectCompetência clínicapt_BR
dc.subjectEnfermagem - Prática profissionalpt_BR
dc.subjectPrática profissionalpt_BR
dc.titleCompetência clínica na prática assistencial de enfermeiros de um hospital privadopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record