Show simple item record

dc.contributor.authorAnghinoni, Marcianopt_BR
dc.contributor.otherMatias, Jorge Eduardo Foutopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgicapt_BR
dc.date.accessioned2014-03-11T14:11:36Z
dc.date.available2014-03-11T14:11:36Z
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/34839
dc.description.abstractResumo: A quimioterapia pré-operatória é utilizada como estratégia neoadjuvante em pacientes portadores de metástases hepáticas de câncer colorretal, com o objetivo de melhorar as taxas de ressecabilidade oncológica. Apesar dos efeitos tóxicos dos diferentes esquemas de quimioterapia ao parênquima hepático serem bem conhecidos, o potencial da quimioterapia neoadjuvante em interferir nos mecanismos de regeneração hepática após procedimentos de ressecção do fígado ainda é desconhecido. Este estudo teve por objetivo avaliar o efeito do quimioterápico 5-Fluorouracil (5-FU) administrado por via endovenosa em dose única, na capacidade de regeneração hepática após uma hepatectomia extensa em ratos. Utilizou-se um modelo experimental de indução da regeneração, que consiste na ressecção de 70% do fígado do rato. Quarenta ratos wistar machos foram divididos em dois grupos de 20 animais: Grupo 5-Fluorouracil (GF) e Grupo Controle (GC). O grupo GF foi submetido à administração de 5-Fluorouracil, por via endovenosa na dose única de 20 mg/Kg, 24 horas antes de hepatectomia à 70%. O grupo GC foi submetido à injeção endovenosa de soro fisiológico a 0,9% em dose única, 24 horas antes de hepatectomia a 70%. Após à hepatectomia cada grupo foi dividido em dois subgrupos de 10 animais, de acordo com o dia do sacrifício: 24 horas (GF24hs e GC24hs) ou 7 dias (GF7d e GC7d). Foram coletadas as amostras do fígado dos animais no dia do sacrifício para análise histológica e imuno-histoquímica. Para a avaliação da regeneração hepática, foram utilizados quatro parâmetros: Fórmula de Kwon, Índice Mitótico e os marcadores imuno-histoquímicos de proliferação celular PCNA e Ki-67. Para a análise estatística foram utilizados o teste t de Student e o teste Mann-Whitney, com nível de significância < 0,05. Como resultados, não houve interferência da droga utilizada no peso dos animais, quando analisadas as diferenças de peso entre os subgrupos nos diferentes períodos. Em relação ao efeito da droga no peso do fígado dos animais, houve redução ponderal no subgrupo GF24hs em comparação ao subgrupo GC24hs no momento da hepatectomia. Houve também redução ponderal em ambos os subgrupos 5-FU de 24 horas e 7 dias no momento do sacrifício. Analisando-se os parâmetros de regeneração, houve interferência negativa da droga, no período de 24 horas, na análise dos seguintes parâmetros: Fórmula de Kwon e Imuno-histoquímica por PCNA. Na avaliação do efeito do 5-FU no período de 7 dias, houve interferência negativa da droga sobre a regeneração hepática na análise dos seguintes parâmetros: Fórmula de Kwon e Imuno-histoquímica por PCNA e Ki-67. Concluiu-se que, no modelo experimental empregado, a administração pré-operatória do fármaco 5- Fluorouracil por via endovenosa, interferiu negativamente no fenômeno de regeneração hepática induzida hepatectomia à 70% em ratos.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectQuimioterapiapt_BR
dc.subjectFígado - Regeneraçaopt_BR
dc.subjectRatospt_BR
dc.subjectHepatectomiapt_BR
dc.titleEfeito da quimioterapia pré-operatória com 5-fluorouracil endovenoso sobre a regeneração hepática induzida por hepatectomia extensa em ratospt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record