Show simple item record

dc.contributor.authorCunha, Josafá Moreira da, 1978pt_BR
dc.contributor.otherWeber, Lidia Natalia Dobrianskyjpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2020-08-04T17:56:07Z
dc.date.available2020-08-04T17:56:07Z
dc.date.issued2012pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/34643
dc.descriptionOrientadora: Profª Drª Lidia Natália Dobrianskyj Weberpt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 21/01/2013pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: No presente trabalho examina-se a associação entre a vitimização entre pares e o ajustamento acadêmico, avaliando como os comportamentos docentes podem exacerbar ou reduzir o impacto da vitimização no ajustamento escolar. Uma abordagem com múltiplos estudos é utilizada para investigar a questão de pesquisa. No primeiro estudo, foi conduzida análise secundária dos dados do Sistema de Avaliação da Educação Brasileira (SAEB) dos anos 2003 e 2005, investigando como o suporte social de amigos, pais e professores pode moderar a associação entre o desempenho acadêmico e adversidades no clima escolar, por meio de uma abordagem multinível. Foi verificado que o suporte docente tem efeitos moderadores únicos, reduzindo o impacto prejudicial de um clima escolar adverso no desempenho acadêmico, junto dos efeitos relacionadas a pais e amigos. No segundo estudo, 691 estudantes do segundo ciclo do Ensino Fundamental (6º a 9º Anos) de uma escola Pública na cidade de Curitiba (PR) completaram uma série de medidas sobre vitimização entre pares, engajamento acadêmico e qualidade de relacionamento professor-aluno. Uma análise de regressão multinível revelou que a associação entre a vitimização entre pares e o engajamento acadêmico é moderada por aspectos específicos da qualidade de relação do professor com a turma em que o estudante se insere, para além dos efeitos moderadores do relacionamento individual professoraluno. Por fim, o terceiro estudo analisa as atitudes e intervenções de 70 professores do ensino fundamental diante de situações de vitimização entre pares. Os participantes completaram um questionário contendo sete vinhetas ilustradas apresentando situações de agressão direta e relacional. Os resultados apresentam estratégias específicas sugeridas por docentes diante de cenários de vitimização, sendo que a associação entre tais estratégias e a percepção docente sobre a vitimização é também analisada. Juntos, os três estudos enfatizam como aspectos específicos e globais da qualidade da relação entre professores e estudantes moderam os efeitos potencialmente danosos da vitimização no ajustamento acadêmico, reduzindo ou em alguns casos exacerbando tal impacto. Diante dos resultados que enfatizam como professores podem contribuir para reduzir o impacto da vitimização e climas escolares adversos no ajustamento acadêmico, é fundamental promover o desenvolvimento das habilidades interpessoais de professores.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The present work examines the association between peer victimization and academic adjustment , assessing how teachers behaviors can exacerbate or reduce the impact of victimization in school adjustment. A multi-study approach is used to examine the research problem. In the first study, a secondary analysis of the data of the National System for Evaluation of Basic Education (SAEB) from the years 2003 and 2005, investigating how social support from friends, parents and teachers may moderate the association between academic performance and an adverse school climate, through a multilevel approach. Among other findings, it was verified that teachers' support has unique moderating effects, reducing the harmful impact of an adverse school climate, in addition to the effects of parents and friends. In the second study, 691 Elementary School students (6th - 9th Years) from a public school in Curitiba (Paraná) completed a series of measures of peer victimization, school engagement, and quality of student-teacher relationship. A multilevel regression revealed that the association between peer victimization and academic engagement is moderated by specific aspects of the quality of the relationship of the teacher with the classroom in which the student is inserted, beyond the moderating effects of the individual studentteacher relationship. Finally, the third study analyses the attitudes and interventions of 70 elementary school teachers in situations of peer victimization. Participants completed a questionnaire including seven illustrated vignettes depicting direct and relational aggression scenarios. Results show specific strategies suggested by teachers in the face of victimization scenarios, while the association between such strategies and teachers perception regarding victimization is also analyzed. Altogether, the three studies emphasize how specific and global aspects of the quality of the relationship between teachers and students moderate the potentially harmful effects of victimization on academic adjustment, reducing or in some cases exacerbating this impact. Considering the findings emphasizing how teachers can contribute to reduce the impact of victimization and adverse school climates on academic adjustment, it is fundamental to promote the development of interpersonal skills of teachers.pt_BR
dc.format.extent167 f. : il., tabs. grafs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectViolencia escolarpt_BR
dc.subjectProfessores e alunospt_BR
dc.subjectAmbiente de sala de aulapt_BR
dc.subjectAssédio nas escolaspt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.titleO papel moderador de docentes na associação entre a violência escolar e ajustamento acadêmicopt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record