Show simple item record

dc.contributor.authorBalbino, Fernanda Oliveirapt_BR
dc.contributor.otherLopes, Eduardo Marcio de Oliveirapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Tecnologia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânicapt_BR
dc.date.accessioned2014-01-16T13:00:01Z
dc.date.available2014-01-16T13:00:01Z
dc.date.issued2012pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/34578
dc.description.abstractResumo: Vibrações mecânicas ocorrem, em maior ou menor grau, em maquinas, estruturas e sistemas mecânicos em geral e são, não raramente, vistas como indesejáveis, não somente em função dos movimentos e sons desagradáveis associados, mas também devido a perda de energia, queda de rendimento e, particularmente, fadiga. Os métodos passivos de controle de vibrações requerem, em varias situações, materiais que possuam alta capacidade de dissipar energia, o que tem feito os materiais viscoelasticos serem largamente utilizados. Na realização de projetos eficazes e eficientes de controle passivo através de materiais viscoelasticos, e indispensável o conhecimento detalhado do comportamento dinâmico do material empregado. Para tanto, se faz necessário conhecer as suas propriedades dinâmicas, quais sejam, o modulo real de elasticidade e o correspondente fator de perda. Essas propriedades, obtidas pela via experimental, são dependentes da frequência e da temperatura, dependência essa que, em faixas de grande interesse, e bastante pronunciada. Nesse trabalho, foram levantados dados experimentais relativos as propriedades dinâmicas de um material viscoelastico típico, de uso corrente em controle passivo de vibrações. Varias amostras do material foram ensaiadas e técnicas estatísticas foram utilizadas no estudo do comportamento em frequência e temperatura das propriedades dinâmicas. Constata-se, em linha com o afirmado na literatura e reconhecido pela experiência, que ha uma dispersão significativa, demandando considerações de natureza probabilística, e não determinística. Ainda assim, como decorre da aplicação do teste não paramétrico de Friedman, ha como caracterizar dinamicamente um material viscoelastico típico de forma mais expedita do que o que vem sendo feito, sem perda de generalidade ou precisão.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.titleAnálise estatística de dados experimentais na caracterização dinâmica de materiais viscoelásticospt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record