Show simple item record

dc.contributor.authorNascimento, Solange Maria dopt_BR
dc.contributor.otherSchmidt, Maria Auxiliadora M. S. (Maria Auxiliadora Moreira dos Santos), 1948-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2020-10-05T18:05:22Z
dc.date.available2020-10-05T18:05:22Z
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/33972
dc.descriptionOrientadora: Profª Drª Maria Auxiliadora Moreira dos Santos Schmidtpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 27/03/2013pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: A investigação tem como objetivo compreender como narrativas literárias presentes em manuais didáticos de História estão sendo trabalhadas por seus autores, entendendo, segundo Fourquin (1993), que o manual didático é um artefato da cultura escolar, no qual são organizados os conteúdos escolares de modo didatizado. Com a finalidade de justificar a relevância da pesquisa e buscar referências sobre o tema foi elaborada uma pesquisa em duas bases de dados, em anais de congressos e revistas da área de Educação e de História, disponíveis on Une. Os resultados encontrados mostraram uma incidência baixa de trabalhos sobre a relação entre ensino de História e Literatura. Uma pesquisa sobre quais obras foram aprovadas pelo PNLD 2013 - História mostrou que trinta e cinco coleções foram aprovadas. O critério estabelecido foi selecionar as aprovadas sem restrição. Quatorze coleções de 2o ao 5o ano do ensino fundamental entraram nesse critério. Para ter acesso às coleções foi necessário entrar em contato com as editoras responsáveis pela distribuição do material. Quatorze foram as coleções aprovadas sem restrições, dessas apenas nove foram disponibilizadas pelas editoras. Procedeu-se a leitura do manual do professor das coleções com a intenção de responder as duas questões norteadoras da pesquisa "Como os autores de manuais didáticos têm apresentado e trabalhado com a Literatura em suas obras?" E "Qual é o significado da presença da Literatura em manuais didáticos de História nos anos iniciais do ensino fundamental?". A leitura do manual do professor possibilitou a elaboração de critérios de seleção para análise as coleções que a) utilizam textos literários, mas não o exploram como fonte; b) utilizam textos literários sem fazer indicação metodológica para o professor e, c) utilizam textos literários como fonte, orientando metodologicamente o professor. Três coleções respondem aos critérios. A partir dessa nova e última seleção, as coleções foram analisadas seguindo os pressupostos teóricos da Educação Histórica. Para conceituar narrativa histórica foram utilizados os trabalhos de Rüsen (2001, 2010a, 2010b e 2012). A narrativa literária foi apresentada a partir de Candido (1972 e 1978). O conceito de fontes, bem como pesquisas e exemplos foram subsidiado por Cooper (2002, 2004, 2006 e 2012) e o trabalho com evidências foi balizado principalmente em Ashby (2006) e Cooper (2012). Consciência histórica foi discutida a partir de Rüsen (2001 e 2012), Schmidt (2008, 2010), Barca (2001 e 2006). As questões referentes à literacia foram apoiadas em Lee (2006). O resultado da pesquisa demonstra a possibilidade teórica de aproximação entre os conceitos e concepções da História e da Literatura. Aponta, ainda, que os manuais didáticos disponibilizam uma diversidade de textos literários, isto representa um avanço. Considerando, contudo, a forma como são encaminhados os trabalhos será necessário aprimorar as discussões sobre o tema, cabendo ao professor olhar com cuidado como os encaminhamentos teórico-metodológicos são propostos no que se refere ao tratamento do texto literário como fonte histórica, pois ainda existem alguns equívocos entre os conceitos trabalhados em alguns manuais de professores.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The main goal of this investigation is to understand how Literature is being presented and used as a learning resource in History school textbooks. According to Fourquin (1993), schoolbooks are elements considered in school culture as the main source of organized knowledge. Trying to justify the relevance of this paper and looking for references about it, a research was conducted using previously published scientific conference proceedings and theoretical contributions published in Education and History journals. The results show a low incidence of works about the relationship between History and Literature. Another research showed that only thirty five History book collections were approved without restriction by the PNLD (2013) to be used in Brazilian public school. And, among those, only fourteen are meant to be used by Elementary School students. Next step was to reach editors and publishers to get these books analyzed. From the fourteen book collections, nine of them were available. All teachers' manuals of these books were analyzed with the intention of finding answers for the two main questions of this research: "How Elementary School History textbook authors present Literature in their books?" and "What is the meaning of Literature presence in these materials?" After these readings, three criteria were used to select textbooks for analysis: a) Literature is used, but not as a History source; b) Literature is used, but no methodological instructions are given to the teacher; c) Literature is used as a History source and methodological instructions are given to the teacher. Three History school textbooks are selected as being examples that match the third criteria and they were analyzed according to the theoretical assumption of Historical Education. The work of Ruse (2001, 2010a, 2010b and 2012) was used as reference for the analysis of these books, as well Candido (1972 e 1978). The Historical source concept was used in this paper as it appears in Cooper (2002, 2004, 2006, 2012). The analysis of the evidences was based in Ashby (2006) and Cooper (2012). The concept of Historical awareness discussed based in Rusen (2001 and 2012), Schmidt (2008 and 2010) and Barca (2001 and 2006). Literacy concept was supported by Lee (2006). The results of this paper show a possible interaction between History and Literature concepts. They also show that school History textbooks present to their students a variety of Literature excerpts, and this fact can be seen as a positive outcome. However, the way these excerpts are presented and the kind of activities that are proposed by Elementary School textbook authors show us that more research is needed in this field. It is up to the teachers' careful analysis of each activity to make sure their methodological and theoretical approach present Literature as historical source when possible.pt_BR
dc.format.extentxv, 240 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDissertações - Educaçãopt_BR
dc.subjectHistoria - Estudo e ensinopt_BR
dc.subjectMaterial didáticopt_BR
dc.subjectLiteratura - Estudo e ensinopt_BR
dc.subjectEducação - Manuais, guias, etcpt_BR
dc.subjectHistória - Livros didáticospt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.titleNarrativa literária e aprendizagem histórica nos anos iniciais : um estudo a partir de manuais didáticos de históriapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record