Show simple item record

dc.contributor.authorAlves, João Batistapt_BR
dc.contributor.otherMendonça, Francisco de Assispt_BR
dc.contributor.otherLima, Cristina de Araujo, 1955-pt_BR
dc.contributor.otherCunha, Lucia Helena de Oliveirapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimentopt_BR
dc.date.accessioned2013-11-19T10:33:28Z
dc.date.available2013-11-19T10:33:28Z
dc.date.issued2013-11-19
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/33624
dc.description.abstractResumo: Este trabalho é produto de uma discussão interdisciplinar que objetivou identificar e analisar os riscos e vulnerabilidades associados à disposição irregular de resíduos sólidos em terrenos vagos, ruas, zonas residenciais, e dimensionar as consequências do balanço negativo que essa situação ocasiona no fluxo de matéria e energia que perpassa pelos sistemas socioambientais no município de Fazenda Rio Grande-PR (FRG), pertencente à Região Metropolitana de Curitiba (RMC). São também avaliadas as relações estabelecidas pela população com esses terrenos e discutidas as condutas individuais e coletivas que agravam ou amenizam o espectro do problema. Foi introduzido o conceito de microcampos de deterioração psicossocioambiental - MDPS, segundo o qual, há uma relação inversamente proporcional entre distância e sujeição ao risco e à vulnerabilidade: quanto mais longe do foco (ponto de referência para a medição) está a moradia, menor o grau de sujeição. São apresentados os componentes desses MDPS e fornecidas explicações sobre como se forma e se constitui, em cada um deles, o foco irradiador por uma leitura da intensidade com que os depósitos formados estão levando a população a riscos e vulnerabilidades socioambientais contínuos, bem como ao perigo de contrair doenças psicofísicas. Os dados analisados permitem defender a tese de que há uma deposição generalizada de resíduos sólidos por toda a cidade de FRG, intensa o bastante para tornar imperioso seu estudo permanente. Foram registrados 2501 terrenos contaminados com resíduos e 3.552 focos de resíduos nas calçadas e ruas, caracterizando-se por uma deposição difusa, abrangendo toda a cidade, ora menos concentrada, ora bastante dispersa. A população tem consciência dos inconvenientes provocados por esses focos, mas não se sente responsabilizada por sua proliferação, apenas reclama (preocupação reativa) sem adotar posturas individuais e coletivas (ação preventiva) no sentido de remover os focos e solucionar o problema.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleProblemática socioambiental da disposição irregular de resíduos sólidos em espaços abertos na cidade de Fazenda Rio Grande - Paranápt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record