Show simple item record

dc.contributor.advisorSouza, Emanuel Maltempi de, 1964-pt_BR
dc.contributor.authorCordeiro, Fabio Aparecidopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Biológicas. Programa de Pós-Graduaçao em Bioquímicapt_BR
dc.contributor.otherMonteiro, Rose Adelept_BR
dc.date.accessioned2013-11-08T13:50:58Z
dc.date.available2013-11-08T13:50:58Z
dc.date.issued2013-11-08
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/32764
dc.description.abstractResumo: Herbaspirillum seropedicae é uma bactéria diazotrófica e endofítica, encontrada em associação com gramíneas de grande importância para a alimentação humana e animal como o milho (Zea mays), arroz (Oryza sativa), sorgo (Sorghum bicolor), cana-de-açúcar (hibridos interespecíficos de Saccharum), e também algumas espécies tropicais como a bananeira (Musa spp) e o abacaxizeiro (Ananas comosus). O H. seropedicae é uma bactéria promotora do crescimento vegetal (PGPR-Plant Growth Promoter Rhizobacteria), sendo, portanto utilizada como biofertilizante. As análises da expressão gênica através dos níveis de RNA mensageiro (mRNA) ou dos níveis protéicos, são ferramentas importantíssimas para se compreender o funcionamento dos sistemas biológicos e a interação entre plantas e bactérias. Na análise proteômica, um conjunto de técnicas permite a análise e identificação de proteínas diferencialmente expressas em condições distintas. Usando tais técnicas é possível traçar um perfil da interação entre plantas e bactérias já que os mecanismos moleculares da interação entre cana-de-açúcar e Herbaspirillum seropedicae não são entendidos inteiramente. Neste trabalho utilizou-se a técnica de eletroforese 2D-PAGE e espectrometria de massa do tipo MALDI-ToF para separar e identificar as proteínas de H. seropedicae diferencialmente expressas na fase exponencial de crescimento na presença de 5% de extrato de cana-de-açúcar. As proteínas diferencialmente expressas foram validadas pela técnica de qRT-PCR. Um total de 16 proteínas diferencialmente expressas por H. seropedicae foram identificadas (1 exclusivamente expressa, 7 ausentes, 5 com expressão aumentada e 3 com expressão diminuída) na presença do extrato de cana-de-açúcar. Assim o extrato de cana foi capaz de induzir e reprimir genes específicos de H. seropedicae. As proteínas diferencialmente expressas sugerem que a exposição ao extrato de cana-de-açúcar induz mudanças metabólicas e adaptações em H. seropedicae presumivelmente em preparação para estabelecer uma interação com a planta.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleAnálise proteômica do diazotrofo endofítico Herbaspirilum seropedicae SmR1 cultivado em meio suplementado com extrato de cana-de-açúcar var.B4362.pt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record