Show simple item record

dc.contributor.advisorSilva, Clovis Luiz Machado dapt_BR
dc.contributor.authorCoser, Claudiapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Sociais Aplicadaspt_BR
dc.date.accessioned2013-10-18T18:02:36Z
dc.date.available2013-10-18T18:02:36Z
dc.date.issued2013-10-18
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/32619
dc.description.abstractResumo: Os objetivos do estudo consistem na visualização da realidade analisada a partir das faces social, histórica, política, cultural e econômica. Faz-se a apreciação de 40 organizações do município de Videira, que têm como principal herança uma estruturação de suporte às atividades da agroindústria, coordenada por uma organização focal. Essas organizações compõem o campo organizacional, conceito que contempla o compartilhamento de estruturas institucionais e de pressões advindas de ambientes institucionais semelhantes. O conceito de espaço social é utilizado no estudo dado fato da impossibilidade de separação analítica com o campo organizacional, bem com da possibilidade de se contemplar a historicidade, a harmonia, o conflito entre outras variáveis que configuram a realidade estudada. Os objetivos do estudo consistem na identificação do grau de influência da organização focal nas estruturas institucionais regulativas, normativas e cognitivas da rede de relacionamentos das organizações que compõem o campo organizacional e que integram o espaço social de Videira, bem como a identificação dos processos de isomorfismo, cooperação, conflitos, competição, relações de poder, padrões de relação entre a organização focal e o setor público. É objetivada também a estruturação das relações entre os atores a partir do cálculo e análise das variáveis: tamanho e densidade da rede, razões do relacionamento, base predominante das relações, intensidade e importância das interconexões, as atividades realizadas em conjunto e grau de centralidade da rede. Para tanto, foram feitas análises de conteúdo de entrevista semi-estruturada, análise documental e de documentos de registros e análise da estruturação do campo organizacional a partir de questionário fechado mediante programa computacional (UCINET 6), método especializado para análise de redes de relações aliada a técnicas de estatística descritiva. Os resultados apontaram que a organização focal exerce alto grau de influência na definição e redefinição das estruturas institucionais tanto do campo organizacional quanto no nível do espaço social, mais enfaticamente sobre as estruturas regulativas e normativas. O isomorfismo coercitivo e normativo, constituem-se intensamente a partir da organização focal, enquanto o isomorfismo mimético apresenta indícios de tentativas para a mudança e inovação. A estruturação do campo organizacional e concretizada a partir de análises de matrizes de relações, as quais são analisadas global e separadamente, em três grupos: central, intermediário e periferia, que apresentam variações nos indicadores de relações, principalmente quanto à intensidade das relações. Após análises estruturais foi identificado um grupo de atores, dos grupos central e intermediário, com características na estrutura das relações que oferecem apoio para se afirmar que os movimentos para definição e redefinição das estruturas institucionais partem dos processos desencadeados por esse grupo. As relações de poder, os conflitos, a cooperação e a competição são movimentados pelas ações entre os atores durante as relações entre si e com a organização focal. A incidência e a intensidade destas variáveis está associada principalmente ao dimensionamento de dependência da organização focal, bem como a dimensões culturais, históricas e políticas desenvolvidas, acumuladas ou superadas ao longo do tempo. Demonstra-se no estudo a possibilidade de integrar conceitos relativos à teoria institucional, como as estruturas institucionais e o campo organizacional, com o conceito de espaço social, que atua como elo entre as fronteiras do campo organizacional dissolvidas num espaço maior; a análise de redes também é apresentada como ferramenta bastante útil na estruturação das relações entre os atores do campo organizacional, oferecendo cálculos que atribuem consistência às inferências da análise. Comprova-se então a viabilidade e necessidade de uma postura interdisciplinar no estudo das organizações.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectRelações interorganizacionaispt_BR
dc.subjectEmpresas - Videira(SC)pt_BR
dc.subjectCultura organizacionalpt_BR
dc.subjectClima organizacionalpt_BR
dc.titleRelaçoes interorganizacionais e estruturas institucionaispt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record