Show simple item record

dc.contributor.advisorBulgacov, Sergio, 1950-pt_BR
dc.contributor.authorHayashi Júnior, Paulopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Sociais Aplicadaspt_BR
dc.date.accessioned2013-10-08T17:39:26Z
dc.date.available2013-10-08T17:39:26Z
dc.date.issued2013-10-08
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/32334
dc.description.abstractResumo: Este estudo mostra quais os principais recursos utilizados para execução de mudanças de conteúdo estratégico em três pequenas empresas de massas alimentícias. O foco da pesquisa é identificar quais os principais recursos utilizados, bem como os seus impactos na vantagem competitiva sustentável. A coleta de dados constituí-se de entrevistas com utilização de questionário semi-estruturado, bem como anotações de campo, observação não participante e ainda, informações obtidas por meio de dados secundários. Das três empresas pesquisadas, duas são da região metropolitana de Curitiba e outra do interior do Estado do Paraná. Todos os entrevistados pertencem ao nível tático-estratégico. A partir de análise de conteúdo e técnica de triangulação, chega-se aos principais recursos utilizados pelas empresas. Num primeiro momento, destacam-se os recursos arquitetura estratégica e reputação. A arquitetura estratégica está vinculada aos relacionamentos da empresa com outras organizações e se destaca tanto nas mudanças dentro de um mesmo quadrante, quanto de quadrantes diferentes. Já a reputação associa à empresa com questões de qualidade, confiança, reconhecimento e se destaca na pergunta de vantagem competitiva. Há padrão consistente dos principais recursos utilizados para mudanças dentro de um mesmo quadrante com destaque para arquitetura estratégica e tecnologia para o desenvolvimento de novos produtos. Recursos organizacionais para o desenvolvimento de novos mercados e inovação para a diversificação. Além disso, a arquitetura estratégica se destaca em todos os quadrantes (I, III e IV). Já mudanças que envolvem quadrantes diferentes (de uma mesma empresa), há destaque na Torino para os recursos organizacionais e inovação, sendo que outras empresas apresentam padrões menos consistentes. Além disso, o estudo aborda os diferentes níveis hierárquicos dos recursos organizacionais proposto por Brumagin em artigo de 1994. Por fim, à guisa de conclusão, sugestões de pesquisas futuras e limitações da atual são expostas para melhor enquadramento da pesquisa.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectPlanejamento estrategicopt_BR
dc.subjectDesenvolvimento organizacionalpt_BR
dc.subjectPequenas e médias empresaspt_BR
dc.subjectMassas alimentícias - Industria - Planejamento estratégicopt_BR
dc.titleRecursos e competencias nas mudanças de conteúdo estratégico em pequenas empresas de massas alimentíciaspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record