Show simple item record

dc.contributor.authorGuimarães, Cayleypt_BR
dc.contributor.otherGarcía, Laura Sánchez, 1957-pt_BR
dc.contributor.otherFernandes, Sueli de Fátimapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Exatas. Programa de Pós-Graduaçao em Informáticapt_BR
dc.date.accessioned2013-09-13T14:41:08Z
dc.date.available2013-09-13T14:41:08Z
dc.date.issued2013-09-13
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/32040
dc.description.abstractResumo: Mais de 90% de crianças Surdas nascem em famílias de pais não-Surdos, o que resulta na pouca ou quase nenhuma exposição à Língua de Sinais, e na falta de aquisição, no âmbito familiar, de conceitos cotidianos, tanto concretos quanto espontâneos. A falta de aquisição destes conceitos impede que a criança Surda elabore e desenvolva o intelecto para criar conceitos científicos, um processo que depende de conhecimento prévio e é dependente da língua. A falta de aquisição na primeira infância da Língua de Sinais pela criança Surda acarreta barreiras linguísticas dentro da família, e impõe severas limitações de acesso às possibilidades humanas disponíveis, tais como desenvolvimento intelectual, comunicação e cidadania. O letramento bilíngue para crianças Surdas é ainda elusivo. Letramento bilíngue, considerado como adequado para o Surdo, é o processo resultante da apropriação e uso da Língua de Sinais e seus significados como língua materna do Surdo, para desenvolvimento intelectual, e a modalidade escrita da língua oral (no nosso caso, o Português) como segunda língua. Esta tese apresenta uma arquitetura pedagógica inédita para letramento bilíngue de Surdos baseada em uma das características das línguas de sinais: sua maior iconicidade quando comparada a outras línguas. A Arquitetura Pedagógica Computacional incorpora o uso de teorias e ferramentas capazes de alterar as estruturas cognitivas (tais como Mapas Conceituais, Sense-Making, Senso Comum etc.) a serem usadas durante a construção de artefatos, e no artefato propriamente dito; E propõe um processo a ser usado por desenvolvedores, educadores e outros membros da comunidade de Surdos em suas tarefas de implementação destes artefatos computacionais que promovam o letramento bilíngue e as Interações Intelectuais. Interações Intelectuais se referem a interações sociais, mediadas por artefatos computacionais que instigam o uso de processos intelectuais para a criação de conhecimento e desenvolvimento geral.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectCrianças surdaspt_BR
dc.subjectInteração homem-maquinapt_BR
dc.subjectEducação bilinguept_BR
dc.titleArquitetura pedagógica computacional para interações intelectuais entre crianças surdas e pais não-surdos em Libras e Portuguêspt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record